Onde e como assistir à votação do impeachment na Câmara

A sessão só tem início às 14h, mas nas ruas, internet e televisão o acompanhamento dos votos já começou

Como assistir a votação do impeachment
Muro dividindo a esplanada dos ministérios AP

Hoje, 17 de abril, será o dia mais importante da democracia recente no Brasil: a votação do impeachment de Dilma Rousseff finalmente chega ao plenário da Câmara em sessão que está marcada para começar às 14h e deve durar até às 21h. Depois de inúmeras manifestações que levaram milhares de pessoas às ruas das cidades brasileiras, o processo de impeachment da presidenta Dilma será votado pela comissão especial. Saiba onde acompanhar os acontecimentos na televisão, internet e nas ruas.

Na televisão e internet

A transmissão começa às 14h ao vivo pela TV Câmara e também pelo seu canal do Youtube. Já a Globo News está fazendo cobertura de toda a crise política e a TV Globo, canal aberto, interromperá sua programação normal para transmitir a votação completa. Outros canais de notícia, como Band News e Record News, também acompanham os acontecimentos do dia, apenas o SBT mantém sua programação normal. O EL PAÍS Brasil fará sua cobertura ao vivo.

Comentários? Participe pela nossa fanpage

Nas ruas

O movimento Vem pra Rua, defensor do impedimento, convocou seus simpatizantes para assistir a votação em telões a céu aberto nos mesmos lugares onde aconteceram as últimas manifestações. Por outro lado, grupos contrários ao impeachment também marcaram concentrações em diferentes cidades brasileiras.

A maior de todas as movimentações promete ser em Brasília, onde pessoas de todo o país começam a se reunir para acompanhar a sessão histórica em frente à Esplanada dos Ministérios, que está dividida por uma placa de metal que reserva espaço para manifestantes contra e a favor do impeachment.

Em São Paulo, enquanto a Avenida Paulista recebe grupos favoráveis ao impedimento, o Vale do Anhangabaú terá um evento contrário ao impeachment, convocado pelos movimentos Frente Brasil Popular e Povo Sem Medo. Além disso, restaurantes, como o Spot, que normalmente só usa telão uma vez por ano, no Oscar, irão transmitir a votação do impeachment ao vivo.

A praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, também estará dividida. Os defensores da manutenção do Governo se concentração no intervalo entre o Posto 3 e o 1, já os favoráveis ao impeachment se concentrarão entre o 5 e o 1. O ato contrário ao impedimento é organizado pela Frente Brasil Popular e teve adesão do grupo de funk Furacão 2000.

Em Curitiba, cidade que acabou virando um dos símbolos do movimento pró-impeachment, os paranaenses foram chamados para acompanhar a votação em um telão instalado na praça Santos Andrade. Na praça Rui Barbosa foi organizado um evento para manifestantes que estão contra o impedimento da presidenta. O evento foi organizado pela ‘Frente Brasil Popular’ e pelo ‘Fórum de Lutas 29 de Abril’ pelo Facebook e está marcado para as 13h. “Na democracia cabem todas as cores” promete atividades culturais para adultos e crianças e um telão onde transmitirão “a primeira etapa do golpe parlamentar em andamento”.

A capital do juiz Sérgio Moro também se organizou para assistir à votação do impeachment em alguns bares da cidade. A lista dos estabelecimentos foi organizada pela Abrabar (Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas) em clima de final de Copa do Mundo.

MAIS INFORMAÇÕES