Califórnia enfrenta pela primeira vez restrições obrigatórias de água

O governador anuncia as primeiras medidas estatais da história contra a seca O objetivo é economizar 25% depois de comprovar que as reservas de neve são nulas

Califórnia não tem reservas de neve.
Califórnia não tem reservas de neve.Max Whittaker (AFP)

O governador da Califórnia, Jerry Brown, aprovou esta quarta-feira, pela primeira vez na história do Estado, restrições obrigatórias de água. A ordem executiva foi anunciada depois de uma visita à zona do lago Tahoe, no norte, onde Brown comprovou pessoalmente o que os especialistas vinham anunciando há várias semanas: as reservas de neve que o inverno deixou são muito menores que o esperado. A Califórnia depende dessas reservas de neve para alimentar os aquíferos que levam água à agricultura do vale central e às cidades da costa. As restrições chegam quando o Estado mais rico e mais populoso dos EUA entrou oficialmente em seu quarto ano de seca.

As primeiras restrições de água da história da Califórnia

As medidas aprovadas nesta quarta-feira por uma ordem executiva do governador Jerry Brown são as primeiras restrições obrigatórias de água da Califórnia em nível estadual. Estas são algumas delas:

  • Substituir 500 hectares de grama em todo o Estado por paisagem tolerante à seca.
  • Criar um programa de descontos estadual para substituir velhos eletrodomésticos por modelos mais eficientes.
  • Obrigar universidades, campos de golfe, cemitérios e outras grandes paisagens a cortar significativamente o uso da água.
  • Proibir que as novas construções sejam irrigadas com água potável, exceto se for utilizado o sistema de gotejamento.
  • Pedir que as agências locais insistam na estratégia de cobrar mais daqueles que mais consomem água.
  • Obrigar os consumidores agrícolas a informar como usam a água.
  • Atuar contra agências de água em lugares com poços subterrâneos que não informarem sobre seus recursos.
  • Renovar os requisitos sobre latrinas, torneiras e paisagem nas comunidades residenciais.
  • Dar assistência para mudanças temporárias para pessoas cujos poços estão secos.
  • Além disso, agilizar o processo administrativo para responder a emergências de falta de água para beber e prioriza investimentos que tenham a ver com a seca.

“Hoje estamos pisando na grama quando deveríamos estar pisando na neve”, disse Brown na montanha ao anunciar sua ordem executiva. O governador ordena que o Conselho de Controle de Recursos Hídricos do Estado coloque em andamento uma série de medidas obrigatórias para reduzir 25% de consumo de água antes de 2016. Brown já declarou o estado de emergência em janeiro de 2014, com um objetivo geral de redução do consumo de 20%. Mas a aplicação de medidas concretas de restrição está nas mãos das agências locais.

As medidas adotadas nesta quarta-feira afetam a grama urbana, a irrigação de zonas públicas, obrigam a compartilhar informação sobre aquíferos e reservas de água às agências locais e transforma qualquer iniciativa relacionada com as infraestruturas hídricas em prioridade.

A medição das reservas de neve de inverno fizeram saltar todos os alarmes no Estado. Cidades como Los Angeles e San Francisco dependem dessa neve, que desce da montanha através de enormes sistemas de canais para alimentar seus reservatórios. As medições revelaram que a serra tem 5% da média de neve que deveria ter a princípio de abril, quando supostamente estão ao máximo. É a medição mais baixa desde que começaram os registros, em 1950. As chuvas de inverno ajudaram a manter o nível, embora baixo, nos reservatórios, mas quando as temperaturas começarem a subir no verão e a chuva desaparecer, não está claro de onde vai sair a água.

MAIS INFORMAÇÕES

As comunidades do vale central evitaram até agora a seca explorando os poços. A Califórnia é o único estado do oeste que não tinha uma regulamentação sobre as águas subterrâneas até que a situação obrigou a aprovar a obrigação de compartilhar informações sobre os aquíferos. O excesso de exploração dos poços já tinha deixado algumas comunidades rurais do centro do estado sem água corrente.

Arquivado Em: