Seleccione Edição
Login

Aprenda o que não lhe ensinaram na infância

Andar de bicicleta, dar cambalhota ou amarrar os sapatos. Uma oficina no Dia das Crianças para que os adultos recuperem as brincadeiras que ficaram no meio do caminho

Pessoas andam de bicicleta em parque.
Pessoas andam de bicicleta em parque. EFE

Neste dia das crianças, o Parque Ibirapuera, na zona sul de São Paulo, recebe um evento inusitado, voltado principalmente aos adultos. É a “Oficina de coisas banais que você deveria ter aprendido na infância, mas não aprendeu”, criada por Bruno Romaszkiewicz e Isabella Martinez. Basicamente, é uma oficina para aprender a andar de bicicleta, patins, skate, amarrar os sapatos de formas diferentes, dar cambalhotas, fazer bolas de chiclete, rebolar com bambolê ou pular corda.

A ideia surgiu de forma espontânea, quando Bruno pediu a alguns amigos que o ensinassem a andar de bicicleta e criou um evento do Facebook para isso. “Sempre que revelo para alguém que não sei andar de bicicleta, elas ficam surpresas e se oferecem para ajudar. Resolvi aceitar”, conta ele, que pediu aos amigos que levassem as bikes para ensinar para outras pessoas que também não soubessem.

O evento cresceu quando os amigos começaram a chamar outros amigos e já conta com 6.800 pessoas confirmadas e 15.000 convidados. “Eu fiquei muito surpreso”, conta Bruno. “Não imaginava que uma brincadeira tomaria essa proporção. Já contamos com apoio externo de empresas que querem patrocinar as atividades no dia”.

Segundo Bruno, não há nada certo para acontecer no dia, a única certeza é ir até o parque e encontrar todo mundo. A ideia é que cada um leve sua bicicleta, patins, corda, ou pegue emprestado de alguém, e vá até lá para aprender o que não sabe ou ensinar o que sabe. “Nós esperamos que se você sabe fazer alguma coisa, você vá ensinar. Não vai ter um instrutor”, explica. Dentro do evento, as pessoas estão se organizando para montar as várias oficinas, oferecendo o que sabem e combinando o que levar. “Estou contando que 10% dos que confirmaram a presença apareçam, o que já vai ser muita gente”, ressalta o organizador. Ele marcou um ponto de encontro com os interessados, para depois seguirem para uma parte mais afastada do parque, com mais espaço.

A iniciativa se estendeu para outras cidades, e grupos de Vila Velha, no Espírito Santo, Viçosa-MG e Brasília se organizaram para levar a ideia para suas cidades. O princípio é o mesmo: ensinar ou aprender coisas que você deveria ter feito na infância. Quanto a eventos futuros, Bruno não sabe se pretende organizar anualmente, mas como é algo aberto e feito por todos, já não depende mais dele.

Quando: 12 de outubro
Onde: Parque Ibirapuera, São Paulo
Horário: 13h em frente à Oca, no portão 3.
Preço: Grátis
O que levar: Bicicleta, patins, corda, ou o que quiser ensinar