O dinamarquês Noma recupera o posto de melhor restaurante do mundo

Dois brasileiros figuram no ranking com os 50 mais conceituados segundo a revista britânica Restaurant D.O.M, de Alex Atala, e Maní, de Helena Rizzo e Daniel Redondo

O chef René Redzepi colhe temperos na Dinamarca.
O chef René Redzepi colhe temperos na Dinamarca.Alfredo Cáliz

Após dois anos, o restaurante dinamarquês Noma, de Copenhague, voltou ao topo do ranking dos melhores do mundo. A lista World's 50 Best da revista britânica Restaurant, considerada o Oscar da gastronomia, foi divulgada hoje em Londres e tem dois brasileiros nela: o D.O.M e o Maní, ambos de São Paulo. O Noma, do chef René Redzepi, retornou à liderança ao desbancar o espanhol El Celler de Can Roca, dos três irmãos Joan, Josep e Jordi Roca.

A brasileira Helena Rizzo.
A brasileira Helena Rizzo.Miro

Há 12 anos os prêmios da lista “Restaurant” ganharam fama como a alternativa ou complemento aos reconhecimentos do script “Michelin”, marcando novidades e tendências mundiais na gastronomia mundial. Até o momento ocuparam o pódio mundial, elBulli (cinco vezes, em 2002 e depois de 2006 ao 2009), o norte-americano The French Laundry (em 2003 e 2004), o britânico The Fat Duck (em 2005), o dinamarquês Noma (2010-2012), três anos consecutivos até que El Celler de Can Roca o desbancou em 2013.

Para os dois brasileiros que aparecem na lista há sabores diferentes. O D.O.M, de Alex Atala, sentiu a mistura do amargor com o doce. Ele caiu uma posição no ranking geral, quando se compara com a lista de 2013. Agora é o sétimo colocado. Por outro lado, manteve o título obtido no ano passado de melhor restaurante da América do Sul. Já o Maní, do casal Helena Rizzo e Daniel Redondo, sentiu um sabor mais doce do que amargo, ao subir dez colocações e chegar ao 36º lugar. Aliás, esse parece ser o ano da gaúcha Rizzo. Ela já havia sido anunciada como a melhor chef do mundo. E recebeu o prêmio na festa de hoje, em Londres.

Os 50 melhores

1. Noma, Copenhagen (Dinamarca)

2. El Celler de Can Roca, Girona (Espanha)

3. Osteria Françascana, Modena (Itália)

4. Eleven Madison Park, New York (EUA)

5. Dinner by Heston Blumenthal, London (Reino Unido)

6. Mugaritz, San Sebastian (Espanha)

7. D.O.M., Sao Paulo (Brasil)

8. Arzak, San Sebastian (Espanha)

9. Alinea, Chicago (EUA)

10. The Ledbury, London (Reino Unido)

11. Mirazur, Menton (França)

12. Vendôme, Bergisch Gladbach (Alemanha)

13. Nahm, Bangkok (Tailândia)

14. Narisawa, Tokyo (Japão)

15. Central, Lima (Peru)

16. Steirereck, Vienna (Áustria)

17. Gaggan, Bangkok (Tailândia)

18. Astrid Y Gastón, Lima (Peru)

19. Fäviken, Järpen (Suécia)

20. Pujol, Cidade do México (México)

21. Le Bernardin, Nova York (EUA)

22. Vila Joya, Albufeira (Portugal)

23. Restaurant Frantzén, Stockholm (Suécia)

24. Amber, Hong Kong (Hong Kong)

25. Arpège, Paris (França)

26. Azurmendi, Larrabetzu (Espanha)

27. Le Chateaubriand, Paris (França)

28. Aqua, Wolfsburg (Alemanha)

29. De Librije, Zwolle (Holanda)

30. Per Se, New York (EUA)

31. L'Atelier de Jӧel Robuchon Saint-Germain, Paris (França)

32. Attica, Melbourne (Austrália)

33. Nihonryori RyuGin, Tokyo (Japão)

34. Asador Etxebarri, Atxondo (Espanha)

35. Martín Berasategui, Lasarte-Oria (Espanha)

36. Maní, Sao Paulo (Brasil)

37. Restaurant André, Cingapura (Cingapura)

38. L'Astrance, Paris (França)

39. Piazza Duomo, Alba (Itália)

40. Daniel, New York (EUA)

41. Quique Dacosta, Denia (Espanha)

42. Geranium, Copenhagen (Dinamarca)

43. Schloss Schauenstein, Fürstenau (Suíça)

44. The French Laundry, Yountville (EUA)

45. Hof Van Cleve, Kruishoutem (Bélgica)

46. Le Calandre, Rubano (Itália)

47. The Fat Duck, Bray (Reino Unido)

48. The Test Kitchen, Cape Town (África do Sul)

49. Coi, San Francisco (EUA)

50. Waku Ghin, Cingapura (Cingapura)

Arquivado Em: