Como as máscaras do coronavírus passarão à história?

Talvez as máscaras de hoje, globalizadas, sejam um símbolo de nossa geração do descarte, do use e jogue fora

Uma mulher usando uma máscara de proteção sai de uma casa de câmbio no Rio de Janeiro, em fevereiro de 2020.
Uma mulher usando uma máscara de proteção sai de uma casa de câmbio no Rio de Janeiro, em fevereiro de 2020.RICARDO MORAES / Reuters

As máscaras são tão antigas como a humanidade e sempre estiveram repletas de simbolismo e enraizadas na arte de seu tempo. Um professor poderia hoje ensinar História seguindo os vestígios das máscaras, que podem ser tão antigos como o Homo sapiens. A mais antiga, recém-descoberta em inscrições do Egito, tem seis mil anos....

Mais informações