‘Reality show’

O negócio da família Kardashian se reinventa na Disney

Depois de 14 anos de ‘reality show’ no canal E!, a popular família assina contrato com Hulu e Star+, novo canal da gigante do entretenimento, que chega ao Brasil em 2021

Khloé Kardashian, Kylie Jenner, Kris Jenner, Kourtney Kardashian, Kim Kardashian e Kendall Jenner, em Los Angeles.
Khloé Kardashian, Kylie Jenner, Kris Jenner, Kourtney Kardashian, Kim Kardashian e Kendall Jenner, em Los Angeles.Matt Sayles / AP

Mais informações

Na noite de quinta-feira, a gigante do audiovisual Disney anunciou mudanças e novidades e fez algumas revelações sobre o que suas plataformas e seus canais nos oferecerão nos próximos meses, como 10 séries da Marvel e outras 10 da franquia Star Wars. Parece que o novo menu agradou os consumidores, que fizeram as ações da empresa subirem 2,5%. Mas entre séries, filmes da Pixar e novas plataformas, apareceu outra notícia. Na verdade, um sobrenome: Kardashian. A família de empresárias e estrelas da TV dão o salto para a Disney depois de passarem 20 temporadas e 14 anos no canal E!, como elas mesmas anunciaram em setembro.

Kris (mãe e empresária de seus seis filhos), Kourtney, Khloé, Kim, Kendall e Kylie tinham um ás na manga. Com uma fama global e uma riqueza que as coloca nas primeiras posições da lista da Forbes, o E! tinha desembolsado mais de 100 milhões de dólares (506 milhões de reais) pelas três últimas temporadas. Mas elas queriam mais, tanto em dinheiro como em poder, e conseguiram com a Disney, que as deixará desenvolver conteúdo de várias formas.

A partir de 2021, quando acabar Keeping Up with the Kardashians em sua plataforma original, o novo projeto (ou projetos) da família poderá ser visto no serviço de streaming Hulu, da Disney. Será no fim do ano, segundo o veículo especializado The Hollywood Reporter. Por enquanto há poucas informações, já que o comunicado da Disney sobre isso tem apenas três linhas, mas o texto assinala que “em breve, quando estiverem disponíveis, serão divulgados mais detalhes”.

A presidenta da Walt Disney TV, Dana Walden, disse na apresentação que o espectador do Hulu costuma consumir realities, séries sem roteiro. Por isso, a chegada da família pode ajudar essa plataforma a ampliar seu alcance e sua carteira, e fazer com que as Kardashians não só continuem com seu famoso programa, como também desenvolvam spin-offs e outros conteúdos através da Disney.

O Hulu só está disponível nos EUA, por isso a Disney anunciou que lançará um novo canal que poderá ser visto no mundo todo, chamado Star+. Dedicado a produções para adultos, o canal terá um aplicativo independente do Disney+ e deve estrear no Brasil em junho de 2021. Será por ele que as Kardashians chegarão a todo o planeta. “A família Kardashian-Jenner criará novo conteúdo sob um acordo de vários anos, que será transmitido com exclusividade pelo Hulu nos EUA e pelo Star em vários territórios internacionalmente”, anunciou a Disney. A família também expressou sua alegria pelo acordo. “Estou emocionada por poder anunciar nossa associação de vários anos com Hulu e Star+ e pelo que está por vir em 2021”, escreveu no Twitter a matriarca do clã, Kris Jenner.

Foi no início de setembro, de surpresa, que o klan anunciou o fim de Keeping Up with the Kardashians após quase uma década e meia no E!. “Com grande tristeza, tomamos a difícil decisão, como família, de dizer adeus a KUWTK”, escreveu Kim em seu perfil no Instagram na noite da terça-feira, 8 de setembro. “Depois do que serão 14 anos, 20 temporadas, centenas de episódios e inúmeros spin-offs, estamos mais que agradecidas a todos que nos viram durante estes anos, nos bons e nos maus momentos, na felicidade, nas lágrimas, com tantos relacionamentos e filhos. Vamos guardar para sempre as lembranças maravilhosas e as inúmeras pessoas que encontramos pelo caminho”.

O agradecimento não foi à toa. Durante todo esse tempo, a família cresceu em número e em idade, mas também em suas contas bancárias. As Kardashians ficaram bilionárias e viraram estrelas em todo o planeta. Os cerca de 300 capítulos da série as tornaram ricas e famosas e mudaram o conceito de fama, a forma de se aproximar dos personagens televisivos e até o cânone físico predominante, porque agora os “bumbuns Kardashian” e os “looks Jenner” estão na ordem do dia.

Mais informações