Reforma da Previdência é aprovada pela CCJ da Câmara

Com 48 votos a favor e 18 contra, proposta passa pela Comissão de Constituição e Justiça

Parlamentares na sessão da CCJ desta terça-feira.
Parlamentares na sessão da CCJ desta terça-feira.Pablo Valadares (Câmara dos Deputados)

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados aprovou no fim da noite desta terça-feira a proposta de reforma da Previdência apresentada pelo Governo Bolsonaro. Os governistas precisaram, contudo, de quase nove horas para fazê-lo. No início do dia, o líder do governo, deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO), anunciava que havia um entendimento com partidos do centrão para que o texto fosse aprovado ainda nesta terça, mas a sessão se arrastou ao longo do dia devido às obstruções e manobras regimentais da oposição.

O relator da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) na CCJ, Delegado Marcelo Freitas (PSL-MG), apresentou uma complementação de voto pela admissibilidade da matéria contemplando mudanças pedidas pelos partidos. Entre os pontos estão a retirada do trecho que elimina o pagamento de multa do FGTS a aposentados, a saída do estabelecimento da Justiça Federal do Distrito Federal como foro para julgar contestações à reforma, a retirada de uma brecha para que a idade máxima para aposentadoria compulsória de servidores públicos fosse definida por lei complementar e a saída da exclusividade do Poder Executivo para propor mudanças nas regras previdenciária.

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS
Logo elpais

Você não pode ler mais textos gratuitos este mês.

Assine para continuar lendo

Aproveite o acesso ilimitado com a sua assinatura

ASSINAR

Já sou assinante

Se quiser acompanhar todas as notícias sem limite, assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$
Assine agora
Siga-nos em: