Kevin Spacey desabafa: “Deixe-me ser Frank”

O ator publica um vídeo em que interpreta Frank Underwood, seu personagem em ‘House of Cards’, no mesmo dia em que um promotor de Massachusetts o acusa de abusos contra um jovem

Kevin Spacey, no vídeo publicado por ele mesmo e intitulado 'Deixe-me ser Frank', em referência a seu personagem de 'House of Cards'
Kevin Spacey, no vídeo publicado por ele mesmo e intitulado 'Deixe-me ser Frank', em referência a seu personagem de 'House of Cards'YouTube

MAIS INFORMAÇÕES

O vídeo dura três minutos e é intitulado "Let me be Frank". O ator Kevin Spacey, acusado de vários crimes de abuso sexual e, por isso, afastado de sua vida profissional, interpreta um de seus personagens mais famosos, Frank Underwood, o presidente dos EUA na série House of Cards. Em uma cozinha, usando um avental com motivos natalinos, ele faz uma de suas famosas confidências em tom de reflexão, olhando para a câmera, no mais puro estilo Underwood, deixando que as frases de duplo sentido façam a imaginação do espectador voar. "Deixe-me ser franco" poderia ser também a tradução desse Let me be Frank.

"Podem ter tentado nos separar, mas o que temos é forte demais, muito poderoso. Afinal de contas, nós compartilhamos tudo. Eu lhes contei meus segredos mais obscuros, eu lhes mostrei exatamente do que as pessoas são capazes. Você se abalou com a minha sinceridade, mas, sobretudo, eu te desafiei e te fiz pensar”, começa Spacey, que no final do ano passado caiu em desgraça quando estava em um dos melhores momentos de sua carreira. Foi outro ator, Anthony Rapp, que declarou ao site norte-americano Buzzfeed que, quando tinha 14 anos, o astro ganhador de dois Oscars e estrela da série Netflix House of Cards, Kevin Spacey (então com 26), abusou dele. Depois disso, Spacey afirmou que é gay - de acordo com as manchetes na época, para tentar esconder os abusos sexuais. No entanto, logo em seguida, a Netflix o afastou de House of Cards e o diretor Ridley Scott também dispensou seus serviços no filme Todo o dinheiro do mundo.

O vídeo foi divulgado por Spacey logo depois de o The Boston Globe publicar que a Procuradoria de Cape Cod (Massachusetts) acusa o ator de abusar sexualmente de um rapaz de 18 anos em um bar em Nantucket, uma ilha do Estado de Massachusetts, há dois anos. Este abuso foi descoberto pela mãe do jovem, uma jornalista de TV em Boston, em novembro do ano passado. "Ele lhe pagou uma bebida atrás da outra e, quando estava bêbado, o agrediu sexualmente", denunciou em uma entrevista coletiva. De acordo com a carta do procurador distrital, Michael O'Keefe, Spacey terá de comparecer à Justiça no dia 7 de janeiro por acusações de agressão indecente e agressão contra uma pessoa de pelo menos 14 anos de idade.

"É claro que algumas pessoas acreditaram em tudo. Estive esperando com o coração na mão que confesse tudo. Morrem porque eu declarei que tudo isso é verdade", diz o Underwood personagem sobre o Spacey ator no vídeo postado por Spacey. E prossegue: "Não seria mais simples? Se tudo fosse assim tão simples ... Só você e eu sabemos que nunca é tão simples nem na política nem na vida, mas você não iria acreditar no pior sem provas, certo? Você não se precipitaria a julgar sem fatos, certo? Fez isso? Não, você não. Você é mais esperto que tudo isso”, desafia no vídeo um Spacey que faz continuamente um jogo com Underwood enquanto simula preparar algo na cozinha. O ator, acusado de ser um predador no set de House of Cards e, nos meses posteriores, de abusos sexuais por mais de trinta pessoas, tanto nos Estados Unidos como no Reino Unido, contesta se escudando no personagem de House of Cards: “Posso lhe prometer isto: Se não paguei o preço pelas coisas que ambos sabemos que eu fiz, certamente não pagarei o preço por coisas que não fiz. Claro que vão dizer que sou desrespeitoso por não obedecer às normas, mas nunca fiz isso e você ficava encantado”.

"Apesar de todos os disparates, a animosidade, as manchetes, a impugnação sem julgamento ... Apesar de tudo, apesar da minha própria morte (referindo-se à eliminação física de Frank Underwood na série da Netflix), eu me sinto surpreendentemente bem, e minha confiança cresce a cada dia em que muito em breve você saberá toda a verdade ... ", afirma Spacey. O ator conclui no vídeo (que poucas horas depois da publicação já tinha mais de três milhões de visualizações): "Se alguma coisa aprendemos nestes anos é que na vida e na arte nada deve ser descartado. Você nunca me viu morrer, certo? As conclusões podem ser tão enganosas. Você sente a minha falta?”.

Arquivado Em: