Amistoso | Seleção Brasileira

Brasil vence os Estados Unidos em amistoso sonolento

Com estreias e Neymar capitão, mas sem emoções, seleção produz pouco na primeira exibição pós-Copa

Neymar comemora o segundo gol do Brasil contra os Estados Unidos.
Neymar comemora o segundo gol do Brasil contra os Estados Unidos.Brad Penner / Reuters

Mais informações

O Brasil derrotou Estados Unidos por 2 a 0 nesta sexta-feira, no MetLife Stadium, em Nova Jersey. Tite promoveu as estreias de Arthur , Richarlison, Paquetá (Flamengo) e Everton (Grêmio), além de apresentar Neymar como capitão permanente da seleção brasileira. Aos 10 minutos do primeiro tempo, Roberto Firmino abriu o placar para o Brasil após jogada em velocidade de Douglas Costa pela direita. Aos 41, Fabinho caiu na área e o árbitro assinalou pênalti, convertido por Neymar.

Pela terceira vez seguida, o ciclo pós-Mundial se inicia com um amistoso em território norte-americano. Em 2010, o Brasil ganhou dos Estados Unidos por 2 a 0, em Nova Jersey. Em 2014, venceu a Colômbia em Miami por 1 a 0. A seleção ainda enfrenta El Salvador no próximo dia 11, em Maryland, também nos EUA.

Veja como contamos Estados Unidos x Brasil, minuto a minuto:

Debido a las excepcionales circunstancias, EL PAÍS está ofreciendo gratuitamente todos sus contenidos digitales. La información relativa al coronavirus seguirá en abierto mientras persista la gravedad de la crisis.

Decenas de periodistas trabajan sin descanso para llevarte la cobertura más rigurosa y cumplir con su misión de servicio público. Si quieres apoyar nuestro periodismo puedes hacerlo aquí por 1 euro el primer mes (a partir de junio 10 euros). Suscríbete a los hechos.

Suscríbete