Seleccione Edição
Login

Em convocação, Tite aposta em novidades e confessa: “Não me sinto seguro de que chegarei ao Catar”

Treinador convocou Arthur, Paquetá e Pedro para jogos contra Estados Unidos e El Salvador, em setembro, que serão primeiros compromissos após o Mundial

seleção brasileira tite convocação
Tite fez a primeira convocação após a Copa do Mundo da Rússia. EFE

Nesta sexta-feira, o treinador da seleção brasileira, Tite, convocou 24 jogadores para os primeiros amistosos da equipe após a eliminação nas quartas de final da Copa do Mundo Rússia 2018. Entre as 11 novidades da lista, se destacam Fabinho, Andreas Pereira, Arthur, Lucas Paquetá, Everton e Pedro. O primeiro jogo será contra os Estados Unidos, em 7 de setembro, às 21h05 (horário de Brasília) em Nova Jersey, e o segundo será contra El Salvador, em 11 de setembro, às 21h30 (horário de Brasília), em Washington.

As ausências mais significativas foram as do lateral Marcelo e do atacante Gabriel Jesus, além de Ederson, que ficou fora por motivos pessoais, segundo explicou o coordenador da seleção, Edu Gaspar, antes da convocação. Edu também fez uma breve introdução, expressando "satisfação e empolgação" com o novo ciclo e explicando o planejamento em etapas, que contará com seis amistosos (três convocações) até janeiro, visando a disputa da Copa América, que acontece em junho de 2019 no Brasil.

Edu Gaspar também comentou que a comissão técnica optou por levar um jogador sub-20 em todas as convocações (nesta será o goleiro Hugo, do Flamengo) e "apenas um jogador por equipe brasileira para ajudá-las". Dedé, Fagner e Paquetá desfalcarão Cruzeiro, Corinthians e Flamengo, respectivamente, nas semifinais da Copa do Brasil. Perguntado sobre o assunto, Tite respondeu que seu trabalho é na seleção brasileira, mas "que é preciso entender a outra parte [dos clubes]".

Em entrevista coletiva, o treinador afirmou ter medo de não conseguir chegar na Copa do Mundo do Catar, apesar de ter renovado seu contrato com a CBF até 2022. "Não me sinto seguro, futebol precisa de resultado". Ele também elogiou Everton, atacante do Grêmio convocado, e o comportamento de Neymar dentro do grupo brasileiro. Tite afirmou que tem como prioridade "dar oportunidades" e confessou a observação de outros jovens jogadores, como Douglas Luiz, que pertence ao Manchester City, e David Neres, do Ajax. As próximas convocações do Brasil estão marcadas para 21 de setembro e 26 de outubro.

Confira a lista:

Goleiros

  • Alisson (Liverpool)
  • Neto (Valencia)
  • Hugo (Flamengo)

Zagueiros

  • Dedé (Cruzeiro)
  • Felipe (Porto)
  • Marquinhos (PSG)
  • Thiago Silva (PSG)

Laterais

  • Alex Sandro (Juventus)
  • Fabinho (Liverpool)
  • Fágner (Corinthians)
  • Filipe Luís (Atlético de Madrid)

Meias

  • Casemiro (Real Madrid)
  • Arthur (Barcelona)
  • Fred (Manchester United)
  • Renato Augusto (Beijing Guoan)
  • Andreas Pereira (Manchester United)
  • Philippe Coutinho (Barcelona)
  • Lucas Paquetá (Flamengo)
  • Willian (Chelsea)

Atacantes

  • Douglas Costa (Juventus)
  • Everton (Grêmio)
  • Neymar (PSG)
  • Roberto Firmino (Liverpool)
  • Pedro (Fluminense)

MAIS INFORMAÇÕES