Seleccione Edição
Login

Queda de meteorito ilumina céu de Detroit e causa pequeno terremoto

Fragmento teria entre um e dois metros de diâmetro e pesaria mais de uma tonelada, segundo a Nasa

Imagens captadas por cidadãos de Detroit do impacto do meteorito.

O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS na sigla em inglês) confirmou a queda, nesta terça-feira, de um meteorito nas proximidades de Detroit (Michigan) cujo impacto iluminou brevemente a cidade e provocou um pequeno terremoto de intensidade 2 na escala Richter. Não há informações de que tenham ocorrido prejuízos.

O tremor foi registrado às 20h09 (23h09 em Brasília) e a profundidade do sismo é de zero metro, portanto, a própria superfície. O USGS confirmou que a origem do fenômeno foi a queda de um meteorito que foi “visto e ouvido” na área de Detroit, na região dos Grandes Lagos.

A localização “aproximada” da queda do meteorito está entre os lagos Eire e Huron, a oito quilômetros ao oeste-sudoeste de New Haven, localidade com cerca de 4.600 habitantes nas cercanias de Detroit e perto do lago St. Clair e da fronteira com o Canadá.

Antes da confirmação da queda do meteorito pelo USGS, dezenas de moradores compartilharam filmagens do fenômeno nas redes sociais, nas quais é possível ver um clarão de luz seguido de uma explosão. O vídeo mais assistido até agora é um que foi feito por Mike Austin, que o postou no YouTube, realizado enquanto ele se deslocava de carro pela região. Mais de um milhão de pessoas o assistiram.

As imagens do meteorito, que geraram todo tipo de comentário sobre OVNIs, teriam sido vistas desde Grand Rapids até Detroit, cidades separadas por mais de 200 quilômetros. A partir dessas gravações, o Serviço Meteorológico Nacional (NWS na sigla em inglês) afirmou que “o clarão e a explosão” não eram de um relâmpago nem de um trovão, adiantando que parecia se tratar de um meteoro, avaliação depois corroborada pelo USGS.

Funcionários da NASA também confirmaram ao The Detroit News que sua câmara de meteoros captou a entrada do meteorito na atmosfera às 20h09 (hora local) em Oberlin College, Ohio. A imagem mostra uma pequena bola branca que vai atravessando a tela até que se vê um clarão, que parece ser o do choque.

Bill Cooke, do departamento de meteoros da NASA no Alabama, declarou ao The Detroit Newsque que a agência está estudando os dados do meteorito. Em um boletim preliminar, Cooke calcula que ele teria entre uma e duas jardas de diâmetro (entre um e dois metros), pesava mais de uma tonelada e percorreu entre 40.000 e 50.000 milhas (entre 64.000 e 84.500 quilômetros) até chegar à Terra. O espetáculo noturno foi um “grande acontecimento” em termos astronômicos e uma visão estranha para o Michigan, acrescentou Cooke. “Definitivamente, trata-se de um meteorito”, afirmou.

Fred Levine contou ao Detroit Free Press, por e-mail, que estava sentado em sua sala de estar, na cidade de Commerce, quando viu algo que lhe pareceu ser um raio. O mesmo jornal traz o seguinte comentário, feito por outra testemunha, Claire Ceresnie, postado no Facebook: “Em Livonia, vi um grande clarão no céu a noroeste da minha casa. Pensei que talvez eu esteja vendo ficção científica demais na Netflix”. Mike Tarkowski disse ao Detroit News que estava assistindo televisão quando, de repente, “uma luz extremamente brilhante” iluminou o seu quarto. “Subitamente, ela começou a ficar mais brilhante, um laranja amarelado, como uma lâmpada, e depois ficou tudo preto...”, disse, acrescentando: “Foi uma coisa grande e no ar”. Uma câmara instalada no seu terraço registrou o fenômeno da seguinte forma:

My WiFi camera finally caught something cool #metrodetroitmeteor

Uma publicação partilhada de Chris Laine (@topherlaine) o

MAIS INFORMAÇÕES