William Waack e José Mayer: as personalidades mais buscadas no Google no Brasil em 2017

Jornalista e ator da Globo, afastados após casos de assédio e racismo, lideram as pesquisas do ano

O jornalista William Waack, afastado do Jornal da Globo após fala racista.
O jornalista William Waack, afastado do Jornal da Globo após fala racista.Reprodução
Mais informações

Em 2017, episódios de racismo e machismo influenciaram fortemente o comportamento de buscas na Internet dos brasileiros. Protagonistas de dois grandes escândalos envolvendo a TV Globo, o jornalista William Waack e o ator José Mayer lideram a lista das personalidades mais pesquisadas no Google Brasil em 2017, segundo os dados divulgados mundialmente nesta quarta-feira pelo buscador. Nem mesmo o nude vazado do cantor e youtuber Léo Stronda (3º no ranking) e o fenômeno musical nacional Pabllo Vittar (5º colocado) superam os nomes globais colocados na geladeira. O apresentador do Jornal da Globo foi afastado da bancada após um vídeo em que faz um comentário racista se tornar público. Já Mayer, que durante anos ostentou o título de galã global, foi acusado de assédio sexual pela figurinista Susllem Tonani em abril, o que mobilizou boa parte da ala feminina da emissora a adotar a campanha nas redes #MexeuComUmaMexeuComTodas. Talvez por isso a frase "o que é sororidade?" tenha sido uma das grandes dúvidas do país (5º no quesito O que é?): se você também não sabe, sororidade é o apoio recíproco entre as mulheres.

A lista das principais pesquisas de 2017 do Google é um bom termômetro do impacto que a Globo ainda exerce sobre os brasileiros, apesar da queda de audiência observada há anos por todos os canais de TV aberta em plena era dos youtubers e influenciadores digitais. Aos que têm o hábito de acompanhar diariamente o Google Trends (página do site com as principais pesquisas do dia), é comum ver quase todos os dias entre os principais interesses palavras como "kefir" ou o nome de algum cantor xis e, na sequência, descobrir que a apresentadora Ana Maria Braga ensinou como preparar a bebida probiótica e que a tal celebridade se envolveu em algum bate-boca durante o programa da Fátima Bernardes, por exemplo. O kefir foi, aliás, uma das grandes dúvidas dos brasileiros no quesito Como Fazer (oitavo nesta lista), perdendo para "como fazer jejum intermitente" e crepioca (as provas de que o Brasil é um país em constante estado de dieta), como fazer enquetes no Instagram e como fazer declaração do Imposto de Renda, entre outras dúvidas cotidianas.

Outra prova do alcance da TV é que, mesmo à beira de sua 18ª edição, repetindo ano após ano a mesma fórmula desgastada e já abandonada por diversos países, o Big Brother Brasil é (ainda) a principal busca no país — e não somente no quesito Programas e Séries, mas em termos gerais. O programa chega a superar as buscas pela Tabela do Brasileirão, embora o futebol praticamente domine as pesquisas diárias. Não à toa, dois dos protagonistas do reality show, Marcos Harter e Emily Araújo também figuram na lista das personalidades mais buscadas e, mais uma vez, em decorrência de um escândalo ligado ao machismo: Marcos foi expulso desta edição por agressão à então companheira de show (o que não o impediu de quase vencer outro reality, A Fazenda, da TV Record, provando que talvez o brasileiro tenha memória curta e tenha se esquecido do terror psicológico que o médico impôs à vencedora do BBB 2017). Vale dar um Google se você também se esqueceu. 

Outras questões diretamente ligadas à rede lideram a lista dos Por quês: 'Por que Zeca vai ser preso?' (Zeca, no caso, personagem fictício da novela A Força do Querer, outro fenômeno de googladas); ' Por que o Evaristo saiu do Jornal Hoje?'; 'Por que Claudia Leitte saiu do The Voice?' e 'Por que Pedro Bial saiu do BBB?' só perdem para 'Por que o Brasil não está na Copa das Confederações?', mas que superam 'Por que a Catalunha quer se separar da Espanha?' (cuja resposta tentamos detalhar neste texto aqui). 

Meghan Markle e Furacão Irma: o que o resto do mundo quer saber

Não são apenas os brasileiros os influenciados pelo que passa na TV (ou nos bastidores dela): demitido da NBC após denúncias de assédio sexual, o jornalista Matt Lauer, dos Estados Unidos, conseguiu superar a quase Duquesa de Sussex nas pesquisas globais: Meghan Markle, noiva do príncipe Harry, só ficou atrás do apresentador nas buscas mundiais. Ambos só perderam para o Furacão Irma, que arrasou o Estado da Flórida, e os smarphones iPhone 8 e X.

A lista anual do buscador exclui, obviamente, um dos principais buscas mundiais: pornografia. Estima-se que uma em cada quatro buscas feitas no mundo são por conteúdo pornográfico ou de teor sexual, o que representa cerca de 750 milhões de consultas diárias.

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Logo elpais

Você não pode ler mais textos gratuitos este mês.

Assine para continuar lendo

Aproveite o acesso ilimitado com a sua assinatura

ASSINAR

Já sou assinante

Se quiser acompanhar todas as notícias sem limite, assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$
Assine agora
Siga-nos em: