Furacão Harvey

“Destruição generalizada” na costa do Texas com a chegada do Harvey

Furacão cai para categoria 1, mas ameaça provocar graves inundações. Cerca de 300.000 pessoas ficaram sem luz

Uma casa arrasada pela passagem de Harvey pelo Texas
Uma casa arrasada pela passagem de Harvey pelo Texas

Foi uma noite sem dormir. O Texas amanheceu neste sábado com centenas de milhares de pessoas sem eletricidade após o furacão Harvey tocar terra com categoria 4 e ventos de mais de 200 quilômetros por hora. Depois, a intensidade dos furacões caiu para categoria 1, mas o perigo não passou. Esperam-se, ainda, vários dias de chuvas torrenciais que causam inundações.

Mais informações

O prefeito de Rockport, cidade do Texas onde o Harvey entrou com a força de um furacão de categoria 4, afirmou, neste sábado, que o ciclone deixou uma “destruição generalizada” no local, onde alguns edifício foram completamente arrasados. Em declarações ao The Weather Channel, Charles C. J. Wax afirmou que “algumas casas, escolas e estabelecimentos comerciais ficaram gravemente danificados ou até mesmo completamente destruído” na localidade de quase 9.000 habitantes.

Harvey, o furacão mais potente a atingir os Estados Unidos desde o Katrina, em 2005, entrou no continente por Rockport, por volta das 22h (hora local, 0h do sábado em Brasília). Wax disse que o serviço de emergência da cidade se viu afetado “por problemas nas conexões telefônicas e outras formas de comunicação”.

Segundo os meios de comunicação locais, na manhã deste sábado foram realizados os primeiros resgates de pessoas retidas em um asilo de Rockport, um edifício cujo teto foi destruído. Os feridos foram levados a um hospital improvisado, instalado em uma penitenciária local, para serem avaliados e tratados.

O furacão Harvey passou, neste sábado, para a categoria 1 e se desloca sobre o Texas com ventos máximos de 120 quilômetros por hora e com chuvas torrenciais, de acordo com o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, na sigla em inglês). O centro meteorológico informou sobre o enfraquecimento do furacão, o qual se espera que baixe para a classificação de tempestade tropical no decorrer deste sábado, quando ainda estará “serpenteando” em terra, sobre o sudoeste do Texas.

Outra das cidades atingidas pelo furacão foi Corpus Christi, localizada a 48 quilômetros de Rockport e onde as autoridades recomendaram que seus habitantes diminuam o uso de água corrente por causa dos cortes de energia sofridos pelas estações de tratamento de águas residuais. Seu prefeito, Joe McComb, disse à imprensa local que, apesar de os cortes de energia serem “consideráveis”, a quantidade de chuvas e tempestades “não é tão alta quanto o esperado”.

No entanto, McComb reconheceu que os fortes ventos da sexta-feira causaram uma “enorme quantidade” de danos materiais. Cerca de 300.000 pessoas no Texas ficaram sem eletricidade na noite de sexta-feira por causa da passagem do furacão, segundo o Conselho de Confiabilidade Elétrica do Texas (ERCOT), que administra o fluxo de 90% da carga elétrica do Estado.