Seleccione Edição
Login

VAR: o que é e como funciona a vídeo-arbitragem no futebol

Testado desde 2016, sistema está previsto para funcionar oficialmente já na Copa do Mundo de 2018

VAR
Felix Zwayer se comunica com os assistentes de vídeo no França x Espanha. EFE

O sistema de vídeo-arbitragem VAR (sigla em inglês de video assistant referee ou árbitro assistente de vídeo), que foi lançado em meio a uma polêmica no Mundial de Clubes em dezembro, apareceu novamente no radar de espectadores, jogadores, treinadores e dirigentes do futebol mundial. O amistoso disputado entre França e Espanha em Saint Denis, na terça-feira, foi decidido por meio deste sistema em uma espécie de simulação que precede sua efetiva implementação, prevista para a Copa do Mundo de 2018. Desta vez, acertaram ao anular o gol de Griezmann por impedimento e corrigir o segundo, de Deulofeu, que a princípio não havia sido validado porque o bandeirinha também tinha marcado impedimento do espanhol. Contudo, o placar terminou em 2 x 0 para os espanhóis.

Quando é usado e como funciona?

O VAR é composto por um conjunto de câmeras que transmitem as imagens para uma sala isolada do campo, onde assistentes de vídeo podem rever as jogadas. Existem apenas quatro tipos de lances que podem ser revistos. Esta assistência pode ocorrer a pedido do árbitro (em caso de dúvidas em uma das jogadas que podem ser revistas), ou caso os assistentes observem um lance duvidoso e comuniquem o juiz da partida através do fone de ouvido.

Nesse momento, os assistentes de vídeo reproduzem as imagens em seus monitores e transmitem suas conclusões ao árbitro. É este último que toma a decisão final. Pode fazê-lo depois de também consultar as imagens em um monitor localizado na lateral ou confiar exclusivamente no critério dos assistentes.

Estes são os tipos de jogada que podem ser revistas pelo VAR

Gols

Os assistentes asseguram que a decisão correta sejatomada ao se Uma das funções do VAR é, segundo o site da FIFA, "ajudar o árbitro a determinar se houve alguma infração que impeça de validar o gol". Inicialmente, pensava-se que o VAR não poderia corrigir o impedimento, porque este não é mencionado nas quatro situações (gols, pênaltis, cartões vermelhos e erros de identidade), mas, na verdade, o sistema está habilitado para reverter qualquer ação que possa ter influenciado um gol. Neste caso, dizem especialistas, o ritmo do jogo não é atrasado, porque o gol em si já paralisa a partida.

Pênaltis

Os assistentes asseguram que a decisão correta seja tomada ao se marcar (ou não) um pênalti.

Cartões vermelhos

Também colaboram para garantir que um jogador receba a merecida punição em caso de dúvida sobre a seriedade de uma falta ou infração.

Erro de identidade de jogadores

Em alguns lances com a participação de muitos jogadores, o árbitro não sabe quem fez a falta ou não vê o que acontece. Os assistentes de vídeo podem ajudá-lo a determinar quem cometeu a falta para não para advertir ou expulsar o jogador errado.

Como funciona o mecanismo?

1. Jogada duvidosa. No amistoso entre França e Espanha, o árbitro auxiliar apitou um impedimento no gol de Deulofeu.

Deulofeu marca o segundo gol da Espanha, anulado pelo bandeirinha.
Deulofeu marca o segundo gol da Espanha, anulado pelo bandeirinha. AP

2. Revisão. A pedido do árbitro ou dos assistentes de vídeo, a jogada é revista através de monitores com diferentes tomadas de câmera. Os assistentes ficam em uma sala dentro do estádio e somente eles e o árbitro podem ver as imagens.

Assistentes durante uma partida.
Assistentes durante uma partida.

A comunicação ocorre através de transmissores. O árbitro pode ver as imagens em um tablet na lateral do campo. As imagens comprovam que não há violação do regulamento.

O árbitro da partida entre França e Espanha se comunica com os assistentes.
O árbitro da partida entre França e Espanha se comunica com os assistentes. AP

3. Decisão. O árbitro valida o gol da Espanha.

O árbitro Felix Zwayer reverte o impedimento dado pelo bandeirinha e valida o gol da Espanha.
O árbitro Felix Zwayer reverte o impedimento dado pelo bandeirinha e valida o gol da Espanha. Getty

MAIS INFORMAÇÕES