Seleccione Edição
Login

Chapecoense é declarada campeã da Copa Sul-Americana

Após tragédia com o time de Chapecó, Conmebol anunciou decisão nesta segunda e deu prêmio de Fair Play ao Atlético Nacional

Chape, campeã da Sul-Americana 2016.
Chape, campeã da Sul-Americana 2016.

A Chapecoense foi declarada campeã da Copa Sul-Americana 2016. A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) anunciou a decisão nesta segunda-feira em comunicado publicado em seu site oficial. Segundo o Globoesporte.com, a premiação para a equipe catarinense será de 4,8 milhões de dólares (cerca de 16,6 milhões de reais). Além disso, a Chape está classificada automaticamente para a fase de grupos da Libertadores de 2017. O Atlético Nacional, que faria a final com o time brasileiro, também foi lembrado pela Conmebol. A equipe colombiana, que abriu mão do título depois do acidente que matou 71 pessoas na terça-feira passada, recebeu o prêmio 'Centenário Conmebol ao Fair Play' e a quantia de 1 milhão de dólares (cerca de 3,5 milhões de reais).

A Conmebol explica no comunicado que recebeu uma carta da equipe colombiana na quarta-feira, dia seguinte ao acidente, com o pedido para que fosse "entregue o título da Copa Sul-Americana à Chapecoense como laurel honorífico à sua grande perda e homenagem póstuma às vítimas do acidente fatal que deixou nosso esporte de luto". O pedido foi avaliado pelo conselho da Confederação, que decidiu declarar a Chape campeã com "todas as prerrogativas esportivas e econômicas que isso envolve".

Com o título, o time catarinense também está classificado para a Recopa de 2017, que coloca frente a frente o campeão da Libertadores e o vencedor da Sul-Americana. Como o Atlético Nacional ficou com o título da Libertadores em 2016, as duas equipes se enfrentarão em dois jogos provavelmente em agosto do ano que vem. A Chape faria a primeira final internacional de sua história.

Veja abaixo o comunicado completo da Conmebol:

A Confederação Sul-Americana de Futebol confirma que o conselho da Conmebol, em sua qualidade de autoridade permanente encarregada de cumprir os Estatutos da Instituição decidiu declarar a Associação Chapecoense de Futebol campeã da edição 2016 da Copa Sul-Americana, assim como declarar o Atlético Nacional o reconhecimento extraordinário do prêmio "Centenário Conmebol de Fair Play.

1. Na quarta-feira, 30 de novembro, a Confederação Sul-Americana de Futebol recebeu uma carta do Club Atlético Nacional, dirigida ao senhor Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol, convidando a Conmebol a "entregar o título da Copa Sul-Americana à Associação Chapecoense de Futebol como homenagem "à sua grande perda e homenagem póstuma às vítimas fatais do acidente que enluta nosso esporte".

2. Em decorrência disso o Conselho tomou a decisão de nomear a Associação Chapecoense de Futebol como Campeã da Copa Sul-Americana de 2016 com todas as prerrogativas esportivas e econômicas que do título decorrem.

3. Para a Conmebol, não há maior mostra do "espírito de paz, compreensão e jogo limpo", enunciado como objetivo da nossa Instituição, que a solidariedade, compreensão e respeito exibido pelo Club Atlético Nacional de Colombia com seus irmãos da Associação Chapecoense de Futebol do Brasil.

4. Em razão da petição realizada pelo Club Atlético Nacional, que com sua atitude promoveu o espírito de paz, compreensão e jogo limpo, e em busca de que os valores esportivos prevaleçam sempre sobre os interesses comerciais, o Conselho decidiu por vez declarar o Club Atlético Nacional com o prêmio "Centenário Conmebol de Fair Play", que consistente em soma de um milhão de dólares.

MAIS INFORMAÇÕES