Acidente avião Chapecoense

Os piores acidentes de avião do Brasil

1.754 pessoas morreram em tragédias aéreas no Brasil desde 1970

Em 2007, 199 pessoas morreram em um acidente de avion da companhia brasileira TAM em Sao Paulo, ao estrellarse contra um edifício que fornecia combustível aos aviões.
Em 2007, 199 pessoas morreram em um acidente de avion da companhia brasileira TAM em Sao Paulo, ao estrellarse contra um edifício que fornecia combustível aos aviões.Paulo Whitaker (REUTERS)

Congonhas, São Paulo. 2007. 187 mortos.

Em 17 de julho de 2007 faleceram 187 pessoas a bordo de um Airbus A320 da TAM nos arredores do aeroporto de Congonhas, em São Paulo. O avião se chocou contra um posto de combustível e um armazém de carga propriedade de uma filial da mesma empresa aérea, onde morreram outras 12 pessoas. Devido ao mau tempo e ao mau estado da pista do aeroporto, a aeronave saiu da pista e provocou um incêndio de grandes proporções. O avião havia partido de Porto Alegre.

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Peixoto Azevedo, Mato Grosso. 2006. 154 mortos.

Em 29 de setembro de 2006 um Boeing 737 da Gol se chocou contra a asa esquerda de um avião privado perto de Peixoto Azevedo, no estado de Mato Grosso. Faleceram 154 pessoas, incluindo os seis tripulantes. O avião comercial, que tinha poucas horas de voo, havia decolado do aeroporto Eduardo Gomes, em Manaus, com destino ao Rio de Janeiro. O avião privado, que tinha como destino final a Flórida, conseguiu fazer um pouso de emergência. Todos os seus ocupantes sobreviveram. No dia seguinte os destroços do Boeing 737 foram encontrados na selva, não houve sobreviventes. O acidente se tornou o mais mortal da história do Brasil, mas em apenas 10 meses seria superado por outro.

Fortaleza, Ceará. 1982. 137 mortos.

Os 137 passageiros de um Boeing 727 da companhia Vasp morreram em 8 de junho de 1982. O avião comercial se chocou contra a Serra da Aratanha, a 30 quilômetros de Fortaleza, no nordeste do país. O avião partiu de São Paulo e, após uma escala técnica no Rio de Janeiro, retomou a viagem que tinha por destino Fortaleza. Segundo a descrição da Aviation Safety Network, o piloto iniciou o processo de descida, à noite, para aterrissar em Fortaleza – e apesar dos avisos do sistema de controle da aeronave e do co-piloto de que estavam baixos demais para superar uma montanha, o comandante continuou descendo até o trágico final.

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

São Paulo. 1996. 99 mortos.

Um avião comercial Fokker 100 da companhia TAM que percorria o trajeto entre São Paulo e Rio em 31 de outubro de 1996 acabou caindo em um populoso bairro paulistano logo após a decolagem, a pouco mais de 1 quilômetro do aeroporto de Congonhas. Os 90 passageiros da aeronave, os seis tripulantes e três pessoas em terra perderam a vida em consequência da queda. Pouco depois de decolar, a tripulação começou a observar falhas na aeronave, que passou a pender para a direita e acabou caindo na rua Jurupari, no bairro do Jabaquara.

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Florianópolis, Santa Catarina. 1980. 58 mortos.

Em 12 de abril de 1980, um Boeing 727 da companhia Transbrasil caiu perto de Florianópolis. Sobreviveram três passageiros entre as 58 pessoas que estavam a bordo, incluindo a tripulação. Uma forte tempestade se formou perto do aeroporto de destino, Hercílio Luz, quando o avião se aproximava para aterrissar. A aeronave acabou se chocando contra uma colina próxima.