Seleccione Edição
Login

FIFA multa Brasil, Argentina e Itália por comportamento racista de torcidas

Órgão que dirige o futebol mundial pune 11 federações por condutas discriminatórias nas arquibancadas

fifa multa brasil por racismo
Imagem da fachada da FIFA. AP

A FIFA multou as federações do Brasil, Argentina e Itália, entre outras, pelo comportamento discriminatório e antidesportivo de seus seguidores nos últimos jogos das eliminatórias da Copa da Rússia 2018.

Com base nas súmulas dos jogos e em provas adicionais colhidas por seus sistemas de vigilância contra a discriminação, a FIFA iniciou procedimentos disciplinares contra as federações de Honduras, El Salvador, México, Canadá, Chile, Brasil, Argentina, Paraguai, Peru, Itália e Albânia.

Devido ao caráter reincidente do Chile durante o período de observação imposto em maio de 2016, sua seleção não poderá usar o Estádio Nacional Julio Martínez, em Santiago, para enfrentar a Venezuela pelas eliminatórias da Copa, em 28 de março de 2017. Além disso, terá de pagar uma multa de 65.000 francos suíços (215.740 reais) por dois processos.

A federação hondurenha também foi multada em 65.000 francos por dois casos de racismo. A Albânia foi multada em 50.000 francos (165.870 reais); El Salvador, em 45.000 francos (149.360 reais); Itália, México e Peru em 30.000 francos (99.570 reais) cada um; Paraguai e Argentina em 25.000 francos (82.920 reais); Brasil e Canadá em 20.000 francos (66.380 reais).

Todos esses procedimentos foram por condutas discriminatórias ou antidesportivas, em alguns casos com cânticos homofóbicos. Também foram consideradas determinadas atenuantes, como os esforços das federações para conscientizar os torcedores e lutar contra a discriminação.

MAIS INFORMAÇÕES