Burundanga, a droga que cruza o Atlântico

Espanha confirma o primeiro caso de intoxicação com o pó originário que anula a vontade

A burundanga, que aterrissa na Espanha, é uma velha conhecida nas ruas da Venezuela, Colômbia e Brasil.
A burundanga, que aterrissa na Espanha, é uma velha conhecida nas ruas da Venezuela, Colômbia e Brasil.

A burundanga, que aterrissa na Espanha, é uma velha conhecida nas ruas da Venezuela, Colômbia e Brasil. Uma em cada cinco pessoas intoxicadas em Bogotá inalou ou ingeriu burundanga, droga usada em pelo menos três assaltos por dia na Colômbia. O Departamento de Estado dos EUA classifica-a entre os narcóticos mais perigosos e estima em 50.000 o número de assaltos por ano com esse pó – fácil de conseguir e barato de fabricar – que mergulha a vítima na passividade.

Mais informações
Plantações ilícitas na Colômbia cresceram 39%, segundo a ONU
As cinco substâncias mais viciantes e seus efeitos no cérebro
A heroína está de volta à Europa

A droga é extraída da Datura stramonium, uma planta ornamental de flores brancas em forma de sino, vulgarmente conhecida como trombeta ou trombeteira, bastante comum na Espanha e na América Latina. As sementes da Datura são ricas em escopolamina, um relaxante potente cujo princípio ativo, combinado com diferentes substâncias químicas, resulta no pó chamado de burundanga.

Essa “droga zumbi” faz a vítima perder a vontade própria e a memória. São muitos os testemunhos de vítimas que relataram roubos ou abusos sexuais violentos, mas não se lembravam de nada no dia seguinte. A última imagem de que se recordavam era a de uma noite divertida no bar, bebendo em companhia de gente divertida. Ou uma corrida de táxi em que o motorista de repente agitou um espanador perto do passageiro.

O pó, que não tem sabor, cor ou aroma, é normalmente dissolvido em bebidas (chá, café, álcool) ou alimentos, ou misturado com tabaco, já que a absorção é mais rápida por via oral ou respiratória.

A burundanga é frequente em bares e boates de Caracas e Bogotá. Pequenas organizações criminosas, utilizando belas mulheres como isca, recorrem a truques diversos para fazer a vítima ingerir ou inalar o pó num momento de distração. A partir daí os médicos divergem sobre a intensidade da perda de vontade.

Foto Datura Estramonium
Foto Datura Estramonium

Uma das lendas em torno da burundanga é que a intoxicação pode chegar ao fluxo sanguíneo por via cutânea, algo praticamente descartado pelos especialistas.

No início do século a escopolamina era adotada como analgésico em partos, junto à morfina e ao clorofórmio. Parou de ser utilizada porque podia provocar alucinações e amnésia nas mães, que despertavam sem se lembrar de nada relacionado ao parto. 

Nas ruas de Bogotá, um grama de burundanga pode custar menos de 30 dólares (100 reais). Um dos problemas para o trabalho da polícia é que o denunciante não se lembra de nada e pode até ter colaborado no roubo. As vítimas às vezes denunciam um assalto no caixa automático mas, ao examinar os vídeos de segurança, veem que são eles mesmos que, animados e cercados de amigas, operam o teclado.

Regras

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS