Brasil arranca empate do Paraguai, mas não tem o que comemorar

Brasil saiu atrás, levou 2 a 0 mas reagiu com gols de Ricardo Oliveira e Dani Alves

Ricardo Oliveira fez o primeiro do Brasil.
Ricardo Oliveira fez o primeiro do Brasil.A. C.

O Brasil arrancou um empate dramático contra Paraguai, mas não tem muito o que comemorar. Apesar de ter saído perdendo por 2 a 0, ter igualado o placar em 2 a 2 e quase virado a partida no último lance do jogo, a seleção de Dunga terminou a sexta rodada das eliminatórias na sexta posição, com 9 pontos, fora da zona de classificação para a Copa do Mundo de 2018. Até setembro, quando enfrenta Equador e Colômbia, o Brasil viverá meses de apreensão, que só podem ser atenuados caso a equipe faça uma boa Copa América (leia-se conquiste o campeonato) em junho. O trabalho de Dunga, já contestado, deve ficar insustentável dependendo do que acontecer no torneio e na Olimpíada, em agosto. Ainda assim, o clima nos vestiários brasileiros depois do jogo era de total otimismo. O coordenador de seleções da CBF, Gilmar Rinaldi, preferiu ver a péssima posição do Brasil na tabela com otimismo: "o grande segredo é controlar essa situação. Estamos a quatro pontos do líder (Equador). Nosso próximo jogo é contra eles e se vencermos já estaremos em uma posição bem diferente".

O que você achou da atuação da seleção? Participe no Facebook do EL PAÍS Brasil

Contra o Paraguai, porém, ficou claro que Dunga precisa mudar suas convicções. O Brasil começou jogando muito mal, e só não foi goleado (veja os vídeos dos lances no minuto a minuto abaixo) na primeira etapa porque Alisson fez defesas espetaculares. Perdido em campo, sem Neymar, o grande craque, a seleção sofreu para marcar os paraguaios, que saíram na frente aos 40 minutos do primeiro tempo. Lezcano recebeu na área, bateu mascado e conseguiu encobrir Alisson: 1 a 0.

No intervalo, Dunga fez uma alteração totalmente incomum para seus métodos. Tirou um volante, Fernandinho, e colocou o atacante Hulk. Só que logo aos 3 minutos, o que já estava ruim ficou pior. Roque Santa Cruz passou por três marcadores e tocou para Ortiz, que lançou Benítez no meio da zaga. O atacante ganhou de Dani Alves e bateu forte na saída de Alisson: 2 a 0. O resultado deixava o Brasil na sétima posição nas eliminatórias, muito longe dos líderes, e Dunga resolveu ousar como nunca havia feito. Tirou o último volante do time, Luiz Gustavo, e colocou o meia Lucas Lima. O jogador do Santos entrou muito bem na partida. Mudou o rumo do jogo. Primeiro, lançou Ricardo Oliveira, que furou e perdeu boa chance. Depois, tornou-se o cérebro da equipe, que empurrou o Paraguai para a defesa e fez o que deveria fazer sempre: buscar o gol a todo instante. Aos 33 minutos, quando tudo parecia perdido, Ricardo Oliveira aproveitou rebote de Villar após chute de Hulk e diminuiu: 2 a 1. Logo depois do gol, porém, foi substituído por Jonas e não quis cumprimentar Dunga. Ainda assim, o Brasil conseguiu empatar. Aos 46, quando só o Brasil atacava, Daniel Alves dominou na área e bateu de canhota, no canto de Villar: 2 a 2. Na sequência, no último lance do jogo, Alves bateu de fora da área, o goleiro paraguaio deu rebote e Filipe Luís empurrou a bola, que saiu por muito pouco.

Fim de jogo, Paraguai 2, Brasil 2, mesmo placar do jogo contra o Uruguai. A seleção somou apenas dois pontos em dois jogos e mostrou que tem muito trabalho pela frente para conseguir a classificação para a Copa do Mundo de 2018.

Veja os gols do jogo e como contamos todos os lances de Paraguai 2x2 Brasil no minuto a minuto:

Gustavo Moniz
Ficamos por aqui! Muito obrigado pela companhia e até a próxima.
Gustavo Moniz
Gustavo Moniz
Dunga: "Não é uma novidade o treinador da seleção ser contestado. Vários outros passaram por isso. Zagallo, Felipão, Parreira. É normal eu ser contestado".
Gustavo Moniz
Gustavo Moniz
Dunga: "No primeiro tempo respeitamos muito o Paraguai. No segundo fomos mais agressivos e conseguimos o empate".
Gustavo Moniz
Gustavo Moniz
Dunga: "O Brasil é uma equipe que sabe reagir. Sabíamos que as eliminatórias seriam difíceis. Não temos tempo para treinar, precisamos testar jogadores nos jogos e alguns se saíram bem".
Gustavo Moniz
Gustavo Moniz
Resultados da sexta rodada das eliminatórias. Colômbia 3x1 Equador, Uruguai 1x0 Peru, Argentina 2x0 Bolívia, Venezuela 1x4 Chile e Paraguai 2x2 Brasil.
Gustavo Moniz
Gustavo Moniz
Classificação das eliminatórias. O Brasil está em sexto, fora da zona de classificação para a Copa do Mundo de 2018.
Gustavo Moniz
Gustavo Moniz
Com o empate, o Brasil ficou no sexto lugar nas eliminatórias. O time só volta a jogar no torneio em setembro, quando enfrenta duas pedreiras: Equador e Colômbia. Antes disso, tem a Copa América nos EUA.
Gustavo Moniz
Gustavo Moniz
Gustavo Moniz
Gustavo Moniz
Daniel Alves: "Quando não dá na técnica, tem que ir na raça. Nosso objetivo é classificar para a Copa do Mundo".
Gustavo Moniz
Gustavo Moniz
Aos 48 minutos, o Brasil quase virou. Dani Alves chutou, Villar deu rebote e a zaga conseguiu cortar.
Gustavo Moniz
Gustavo Moniz
Veja como foi o gol de Daniel Alves, que deu o empate ao Brasil.
Gustavo Moniz
Gustavo Moniz
O Brasil consegue arrancar um empate do Paraguai e quase vira o jogo no final. Está provado que Dunga errou na escalação do time, que só melhorou quando estava perdendo por 2 a 0 e o técnico precisou colocar a equipe pra frente. Aí sim o Brasil melhorou.
Gustavo Moniz
Gustavo Moniz
Fim de jogo!!
Gustavo Moniz
Gustavo Moniz
47 minutos. UHHHHHH!!!! Daniel Alves recebe na entrada da área e chuta com efeito. Villar defende e dá rebote, Hulk desvia travado por Da Silva e a bola vai pra fora!!
Gustavo Moniz
Gustavo Moniz
Aos 46 minutos, Daniel Alves invade a área, puxa pro meio e bate de canhota para empatar o jogo para o Brasil! 2 a 2!
Gustavo Moniz
Gustavo Moniz
GOOOOOOOOOOOOOLLLLLLL!!!! DO BRASILLLLLLL!!! DANIEL ALVES!!!!
Gustavo Moniz
Gustavo Moniz
45 minutos. Todos os jogadores brasileiros de linha no campo de ataque. Todos os paraguaios no campo de defesa.
Gustavo Moniz
Gustavo Moniz
Teremos três minutos de acréscimos. O Brasil pressiona!
Gustavo Moniz
Gustavo Moniz
44 minutos. Daniel Alves cruza na área do Paraguai, a bola passa por todo mundo.
Gustavo Moniz
Gustavo Moniz
43 minutos. O Brasil troca passes no ataque mas não consegue finalizar.
Gustavo Moniz

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS