Seleccione Edição
Login

“Evite a exposição ao mosquito ao amanhecer ou entardecer”

O especialista Fernando de la Calle responde aos leitores sobre o vírus zika

O médico Fernando da Rua, especialista em Medicina Tropical do hospital Carlos III de Madri.
O médico Fernando da Rua, especialista em Medicina Tropical do hospital Carlos III de Madri.

O vírus zika, que se transmite pela picada de um mosquito Aedes aegypti — que transmite zika, dengue, febre amarela e chikungunya — e que pode causar microcefalia no feto, circula já por 18 países da América Latina, segundo a Organização Panamericana da Saúde. No Brasil, os casos suspeitos de microcefalia no Brasil não param de crescer. Até o último dia 11 de janeiro, o Ministério da Saúde notificou a existência de 3.530 casos de bebês e fetos suspeitos de terem desenvolvido a malformação cerebral no recente surto. Trata-se de um aumento de 377% em apenas 51 dias, já que em 21 de novembro o ministério relatava a suspeita de 739 casos.

Nesta terça-feira, o Ministério de Saúde da Colômbia recomendou às mulheres que evitem ficar grávidas até julho, enquanto que no último sábado, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA recomendaram às mulheres grávidas ou que pretendam engravidar que evitem viajar para 14 países da América Latina em que houve casos de doença provocada pelo vírus.

Fernando de la Calle, médico especialista da unidade de Doenças Tropicais dos hospitais Carlos III e La Paz, ambos de Madri, respondeu nesta quarta as perguntas dos leitores, com tradução simultânea ao português para nossos leitores brasileiros. Leia aqui os principais destaques da conversa.

 

O que pode acontecer se estou grávida?

Olá, boa tarde a todos. Aproveito essa primeira pergunta para cumprimentar a todos. Espero poder responder a todos. Obrigado pela atenção.

Estando grávida e, levando em consideração o que sabemos até agora, seria conveniente tentar não viajar a zonas onde exista uma alta incidência da doença.

Em que mês de gravidez pode ser mais perigoso ser picada pelo mosquito? E, em concreto, o senhor acha que o alerta será retirado quando terminem os meses de verão no Brasil?

A relação exata com a gravidez ainda deve ser mais estudada. Toda doença transmitida por mosquitos tem uma relação com uma determinada estação do ano e por isso não se transmite com a mesma intensidade o ano inteiro.

Olá, vou viajar para o Brasil em um algunas semanas. Quais partes do país estão mais afetadas? Estou mais protegida nas cidades?

O Nordeste. Esses mosquitos estão bem adaptados ao ser humano e ao seu ambiente. Por isso a cidade não está livre do contágio com essas doenças. No entanto, nas cidades ela costuma estar mais presente em lugares mais ajardinados, por exemplo.

Que possibilidades existem do vírus chegar à Europa?

Na região do Mediterrâneo temos o vetor de algumas dessas infecções. Não há necessidade de se preocupar excessivamente, mas sim de ter a informação e a coordenação para controlar os casos que possam entrar em nosso território.

Há chances de que o zika chegue a ser controlado no Brasil tal e como se conseguiu com o ebola na África?

São doenças muito diferentes, com tipos de transmissão muito diferentes e, por isso, é complicado fazer comparações.

Boa tarde. Sou uma pessoa que tem facilidade para ser picada por mosquitos. No próximo dia 30 de janeiro vou viajar a Santo Domingo, onde vou embarcar em um cruzeiro pelas ilhas La Romana, St. Maarten, Guadalupe, Martinica, Ilha Margarita e San Domingo. Hoje, depois de ouvir a notícia, pensei em cancelar a viagem. Me preocupa não saber o que fazer e que porcentagem de risco posso correr. Muito obrigado.

Se você não está grávida, não é necessário cancelar viagens, mas sim reforçar as medidas anti-mosquito. É aconselhável ir a unidades especializadas ou consultar equipes de conselhos ao turista para ter mais informação sobre essas medidas.

Gostaria de saber se é necessário tomar alguma medida preventiva antes de viajar à República Dominicana. Obrigada!

Com relação a doenças transmitidas por mosquitos; buscar o aconselhamento em consultas de Conselhos ao Turista. Repelentes para passar na pele em todo o corpo com mais de um 40% de DEET, mosquiteiras na cama e/ou janelas com buracos muito pequenos. Também é recomendável ter o quarto do hotel "fresquinho" (com ar condicionado, por exemplo), evitando a exposição ao amanhecer ou entardecer.

Meu filho e meu neto de 4 anos estão viajando pelo Brasil, em Sete Lagoas, a 75 km de Belo Horizonte. Essa é uma área de risco? Qual é a melhor maneira de se proteger? Obrigado.

Medidas para evitar ser picado pelo mosquito, como explicado acima. As crianças pequenas podem precisar de doses diferentes comparado com os adultos.

Qual é o risco real de que esse vírus chegue à Europa?

Chegar, os vírus chegam. Em unidades especializadas como a nossa vemos muitos casos de dengue, chikungunya... O que tem que se vigiar é que se chegam casos a áreas onde existe o vetor, se vigie e controle a área ao redor para que não se inicie a cadeia entre pessoa doente - mosquito - pessoa saudável. O bom da Europa é que nossos invernos são muito frios e o mosquito não permanece por aqui.

Estou grávida. Se tenho o vírus, que probabilidade tenho de passar a doença para o meu bebê? Há algo que eu possa fazer para evitar o contágio? Obrigada.

Se uma mulher está grávida e tem a doença, não existe um método para evitar que a doença passe para o feto. Se é o caso, um ginecologista/obstetra deveria observar de perto a gravidez.

O mosquito pode ser eliminado com inseticidas comuns?

Geralmente sim. Mas existem mosquitos que podem ser resistentes a alguns inseticidas.

Quais são os grupos mais vulneráveis ao contágio?

As crianças normalmente estão mais expostas a serem picados por insetos... Mas qualquer pessoa pode ser contagiada.

Por quê ocorreu esse novo surto?

Os vírus existem... Os mosquitos também. Mas hoje em dia não existem fronteiras para as doenças e desenvolvemos a capacidade de viajar rápido (chegamos a qualquer lugar do mundo antes que uma doença se manifeste). As doenças também viajam... E hoje se viaja muito e muito rápido.

Qual é o risco de que o zika chegue à Europa? Que medidas estão sendo tomadas nos aeroportos?

Não são necessárias medidas concretas nos aeroportos. É necessário conhecer a doença e observar se entra em áreas onde existe o mosquito transmissor. Sem o mosquito, não há contágio.

Como posso saber se estou infectado? Um exame de sangue é suficiente?

Primeiro é preciso ter sintomas para indicar a realização de exames. O vírus se detecta no sangue e assim se descobre se uma pessoa está doente de zika, dengue, etc.

Por quê tanto alarme se só ocorreram três mortes?

Realmente, não há a necessidade de alarmismos desmedidos. Simplesmente ter a informação para evitar ficar doente: é um processo de febre que se pode prevenir. Talvez o alarme é devido a possível relação com complicações neurológicas, principalmente nas crianças nascidas de mães que estão doentes. Mas ainda se deve concretar o ponto de vista científico.

Os sintomas são parecidos com o chikungunya? O vetor é o mesmo nas duas doenças.

Os sintomas são parecidos. O chikungunya dá dores muito fortes nas articulações. Sim, se trata do mesmo vetor.

Qual é a diferença exata entre o zika e a dengue?

São vírus diferentes. A dengue normalmente produz sintomas mais intensos e maiores alterações analíticas.

Em El Salvador alguns dos infectados com o zika depois desenvolvem a síndrome de Guillain Barre. O zika pode causar isso?

Está sendo estudado se o zika pode desencadear com mais probabilidade essa síndrome. Outros vírus também produzem isso.

Tenho um cachorro. É possível que os animais de estimação sejam uma espécie de porta de entrada para o vírus na minha casa? 

Não há registros de cachorros como porta de entrada do vírus.

Por quê as mulheres devem evitar engravidar?

Enquanto se concreta que o zika produz alterações neurológicas (principalmente microcefalia) é recomendável que estando grávida não se esteja em áreas de máxima transmissão da doença.

Para uma mulher que teve zika, quanto tempo o vírus permanece no seu corpo? E quando pode engravidar?

A circulação de vírus no sangue e a sua passagem direta ao feto normalmente acontece entre 14 e 21 dias. Mas como disse antes, ainda é preciso determinar os mecanismos exatos de como se produz isso.

Boa tarde. Parece que desde o início do ano passado, quando esse vírus chegou ao Brasil, se detectou o possível vínculo entre zika e microcefalia. Isso já não aconteceu na África ou em outras áreas onde já existia o vírus zika?

Quando houve a transmissão da doença no Pacífico há alguns anos também se observou essa relação.

Olá Fernando. Minha esposa e meus dois filhos de 4 e 11 anos viajarão a Colômbia no início de março. Eles deveriam vacinar-se antes da viagem?

Não existem vacinas para o zika, chikungunya ou dengue. Colômbia é um país com uma geografia diferenciada de tal maneira que dependendo da região da Colômbia que se visite se pode precisar de uma vacina ou outra.

O zika, como outras doenças, ficam no esquecimento até que surja um alerta nos países ricos, como ocorreu com o ebola. Seria possível que, como na África, agora apareçam tratamentos e vacinas?

Definitivamente, uma doença chama mais a atenção dos estudiosos quando se expande. Mas não saberia como responder sobre o investimento que se faria sobre o zika já que não é o meu campo de estudo.

Na minha casa algumas pessoas tiveram zika. É perigoso, como com a dengue, sofrer um segundo episódio? Ou existe algum tipo de imunidade do corpo? Do Haiti.

O problema da dengue é que existem diferentes tipos e as complicações podem acontecer quando uma pessoa é contagiada por tipos diferentes. Isso parece que nao acontece com o zika.

Boa tarde. Para a Agência de Notícias Fides, de Bolívia. Como o senhor vê a recomendação das autoridades sanitárias colombianas de que as mulheres evitem engravidar depois do primeiro caso de um bebê com microcefalia no país? E a recomendação dos Estados Unidos de não viajar a países da América Latina? Quais deveriam ser as recomendações em um país como Bolívia, onde ocorreram quatro casos do vírus até agora, mas nenhum de microcefalia por agora? Muito obrigado.

Entendo que uma gravidez é um fator importante na vida de quem vai ter um filho, portanto uma recomendação absoluta de não engravidar acredito que seja muito delicada. É necessário atuar mais nas medidas para evitas as picadas do vetor (os insetos que transmitem a doença) e os meios para que o mosquito não se aloje e viva próximo aos domicílios. Na minha opinião, não é necessário evitar viagens à América Latina, exceto em casos de mulheres grávidas já que as recomendações são individuais. Na Bolívia, ainda com poucos casos, reforçar as medidas de vigilância, o controle dos vetores e romper as cadeias de pessoa doente-mosquito-pessoa saudável.

Se pode confundir o zika com outras doenças?

Sim. Com qualquer processo viral.

Se o mosquito que transmite a dengue, o zika e o chikungunya é o mesmo, por quê é tão difícil de controlar esses surtos?

Porque seria necessário eliminar toda uma espécie de mosquito do planeta e isso é complicadíssimo.

De que maneira o zika vírus mantém interação com as proteínas da célula de Hofbauer?

Não saberia responder sobre a interação dessas células que se encontram na placenta (ainda não existem explicações científicas tão detalhadas e que sejam definitivas).

Como pode influenciar a mudança climática na expansão do zika e outras doenças transmitidas por mosquitos?

A mudança climática pode deixar mais quentes climas que não eram tanto ou fazer com que os invernos sejam mais amenos... Isso favoreceria a instalação de populações de mosquitos ou que continuem circulando durante mais meses ao longo do ano. As mudanças que podem ser produzidas nos níveis de umidade e água também pode favorecer a difusão dos vetores (nesse caso, os mosquitos).

Despedida

Muito obrigada a todos pelas suas perguntas. Espero ter podido ajudar a resolver algumas dúvidas. Foi um prazer. Como último conselho, não há porque ter uma preocupação excessiva, mas sim estar informado e procurar ajuda e conselhos nos lugares onde seja possível orientar bem para que, deste modo, todos possam conhecer o que estamos enfrentando e para que se possa prevenir na medida correta. Um forte abraço a todos.

MAIS INFORMAÇÕES