Feminismo

Madonna, Kendall Jenner e Miley Cyrus, espancadas em montagens

Campanha usa imagens de famosas para que vítimas da violência “quebrem seu silêncio”

Dois dos cartazes desenhados pelo artista. Imágenes: A. Palombo / Edición: J. Guzmán

O artista Alexsandro Palombo é conhecido por transformar famosos em personagens da série Os Simpsons. O italiano já tingiu de amarelo Kate Middleton e seu marido, o príncipe William da Inglaterra, e também Adele — a quem disse que é "sexy", acrescentando: "Chega de mulheres magérrimas" —, Caitlyn Jenner, Bill Cosby, Donald Trump e até mesmo Chapo Guzmán. Mas Palombo não busca apenas divertir com sua arte única, mas também usa seus lápis para tentar sensibilizar a opinião pública sobre o terrorismo, o câncer de mama ou a violência. Para marcar o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra a Mulher — que é celebrado nesta quarta-feira —, o artista, com suas ferramentas tecnológicas, "feriu" o rosto de várias celebridades, que agora aparecem como se tivessem sido espancadas.

ALEXSANDRO PALOMBO

Palombo, de 42 anos, retratou Madonna, Emma Watson, Miley Cyrus, entre outras, com hematomas nos olhos ou no queixo, com machucados na testa, pescoço e bochechas e os lábios cortados. "Nenhuma mulher é imune à violência doméstica", dizem suas fotografias, com uma mensagem de esperança dedicada a todas as vítimas: "A vida pode ser um conto de fadas se você quebrar o silêncio". Não é à toa que sua coleção foi chamada de Break The Silence (Quebre o Silêncio), pois este é precisamente o objetivo do artista contemporâneo: convencer todas as mulheres vítimas de violência de gênero a falar e compartilhar sua situação.

ALEXSANDRO PALOMBO

Com um estilo artístico completamente diferente, mas transmitindo a mesma mensagem, o italiano também utilizou para esta série personagens femininas de desenhos animados como Marge Simpson, Wilma Flintstone, Lois Griffin e Olívia Palito. Todos elas aparecem representadas nas séries como donas de casa atrás de seus parceiros, como Homer Simpson, Fred Flintstone, Peter Griffin e Popeye. Algo que Palombo criticou em sua ilustração: todas elas carregam a foto de seus parceiros com um selo no rosto que diz "coward" (covarde), o olho roxo e sangue nos lábios.

Protagonistas de desenhos animados para a campanha do artista italiano.
Protagonistas de desenhos animados para a campanha do artista italiano.A. Palombo

A arte é a arma na qual acredita para buscar um mundo melhor e com a qual também critica o terrorismo. Levou os Simpsons a Auschwitz, fez com que Aladdin e Jasmine lutassem pela Palestina, e Asterix e Obelix a enfrentar os jihadistas após o massacre de Paris.

Como Palombo também aborda problemas graves como o terrorismo, depois do ataque contra a revista Charlie Hebdo vive ameaçado por jihadistas. "Me incomodaram muito, mas minha mensagem é que não devemos nos assustar. Falo da alma latina e de manter a alegria, que não assassinem a alegria daqueles que amam a vida."