Califórnia

Montecito, o recanto de luxo escondido na Califórnia que floresceu durante a pandemia

Com 9.000 habitantes, a cidade é um dos lugares preferidos dos milionários para construir sua casa. Sempre foi um paraíso para celebridades, mas, no ano passado, viu um ‘boom’ imobiliário

A casa de Oprah Winfrey em Montecito, Califórnia.
A casa de Oprah Winfrey em Montecito, Califórnia.Splash News / ©GTRESONLINE

Mais informações

Em Montecito, o luxo está escondido. Ao contrário de alguns dos lugares mais exclusivos da Califórnia, nesta pequena área do Condado de Santa Bárbara não há brilho. As vastas fortunas que habitam o Pacífico e as montanhas de Santa Ynez são protegidas por paredes verdes. Cercas-vivas densas, carvalhos altos e sicômoros, bem como trepadeiras, protegem as elegantes mansões de estilo californiano e mediterrâneo que constituem um dos mercados imobiliários mais opulentos dos Estados Unidos. Em um domingo recente, uma Ferrari solitária percorreu as estradas sinuosas, quebrando o silêncio da manhã.

Em essência, Montecito é uma cidade litorânea com uma atmosfera que lembra a ilha italiana de Capri ou uma cidade da Costa Brava. Localizada a 90 minutos ao norte de Los Angeles, possui um ambiente descontraído graças a uma das melhores praias de Santa Bárbara, La Mariposa. No entanto, essa pequena comunidade de menos de 9.000 pessoas recentemente ganhou fama por seus novos vizinhos. O príncipe Harry e Meghan Markle compraram uma casa de 1.000 metros quadrados na área por 14,65 milhões de dólares (60 milhões de reais). Fizeram-no por recomendação de Oprah Winfrey, a apresentadora de televisão, que é uma das grandes proprietárias ao lado de outra de suas concorrentes, a comediante Ellen Degeneres, que, com a mulher, a atriz Portia de Rossi, se dedica a comprar imóveis para redesenhá-los e vendê-los.

A propriedade com a melhor classificação de Winfrey na área é conhecida como The Promised Land, uma mansão de 2.000 metros quadrados no estilo do Sul dos Estados Unidos situada no meio de 16 hectares de terra. Oprah a comprou há 20 anos por 50 milhões de dólares (o que seriam hoje cerca de 250 milhões de reais). O ativo mercado de celebridades também trouxe para o bairro Orlando Bloom e Katy Perry, que se tornaram pais em 2020. E o ator Rob Lowe, estrela de Parks & Recreation e The West Wing, trocou sua mansão por uma residência modesta construída em 1925 em estilo mediterrâneo.

Uma corretora de imóveis disse ao The Wall Street Journal no final do ano passado que, em 18 anos de trabalho, não tinha visto um ano tão movimentado quanto 2020. A pandemia é conhecida por multiplicar as maiores fortunas do planeta. Muitas famílias de Los Angeles, San Francisco e Nova Iorque estabeleceram-se definitivamente neste destino, que registrou poucos casos de infecção por coronavírus e onde o preço médio de uma residência é de 5,3 milhões de dólares (25 milhões de reais). Apesar disso, foram vendidas 400% mais propriedades em 2020 do que em 2019.

É difícil pensar que, há alguns anos, em 2016, o rico empresário Patrick Nesbitt, fundador do Windsor Capital Group (Embassy Suites, Marriott), teve dificuldade para encontrar um comprador para sua mansão de 11 quartos e 22 banheiros, que ele oferecia por65 milhões de dólares (325 milhões de reais) e onde parte do videoclipe da música Radar, de Britney Spears, foi filmada. O empresário hoteleiro acrescentou em 2018, para torná-lo mais atraente, o que era até então a maior adega do condado, que só podia ser acessada por escadas secretas ou por um heliporto. No final de 2020, Nesbitt ainda não conseguira encontrar alguém para tirá-lo de suas mãos, então decidiu reduzir 10 milhões de dólares no preço e leiloar o imóvel.

Apoie a produção de notícias como esta. Assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$

Clique aqui

Degeneres teve o mesmo problema antes da pandemia. Para vender uma de suas propriedades, teve que retirar 11 milhões de dólares do preço inicial. Ao contrário de Nesbitt, encontrou um comprador: Ted Sarandos, um dos principais executivos da Netflix. Sarandos, encarregado de dar luz verde aos títulos produzidos pela gigante do streaming, teve que gastar 35 milhões de dólares para comprar uma villa em estilo toscano que fica no meio de dezenas de oliveiras. Degeneres e De Rossi compraram o imóvel em 2012 e o transformaram para vender. Nos últimos anos, o casal fez o mesmo com meia dúzia de casas na cidade. Em junho do ano passado, tiveram como cliente Ariana Grande, que comprou uma casa por 6,5 milhões de dólares.

Mas antes do boom imobiliário desencadeado pela pandemia, Montecito já era um paraíso para os famosos e ultra-ricos. John F. Kennedy e Jackie Onassis passaram sua lua de mel, em 1953, no Rancho San Ysidro, um enorme complexo situado na cordilheira de Santa Ynez e rodeado por mansões com estábulos e campos de equitação. Hoje conta entre seus habitantes celebridades como o cantor do Maroon 5, Adam Levine, Gwyneth Paltrow e Meg Ryan. Também hospeda empresários como Eric Schmidt, o ex-CEO do Google, e o bilionário Riley Bechtel, ex-CEO do muito poderoso Bechtel Group, uma das maiores construtoras dos Estados Unidos, que pagou há alguns meses 63 milhões de dólares por uma imensa fazenda de 95 hectares. Bechtel é um empresário de tímido que encontrou em Montecito o melhor lugar para ser podre de rico de uma forma discreta.

Inscreva-se aqui para receber a newsletter diária do EL PAÍS Brasil: reportagens, análises, entrevistas exclusivas e as principais informações do dia no seu e-mail, de segunda a sexta. Inscreva-se também para receber nossa newsletter semanal aos sábados, com os destaques da cobertura na semana.

Arquivado Em:

Mais informações

Pode te interessar

O mais visto em ...

Top 50