Em carta ainda inédita, bispos do Brasil se declaram estarrecidos com a política suicida de Bolsonaro

Bispos afirmam que até a religião é usada neste momento “para manipular sentimentos e crenças, provocar divisões, difundir o ódio, criar tensões entre igrejas e seus líderes”

Jair Bolsonaro fala com apoiadores na frente do jardim do Palácio da Alvorada, em Brasília.
Jair Bolsonaro fala com apoiadores na frente do jardim do Palácio da Alvorada, em Brasília.EVARISTO SA / AFP

No Brasil, o país com o maior número de católicos no mundo, 152 bispos assinaram uma carta dura, ainda não divulgada, contra o Governo e seu presidente, Jair Bolsonaro, na qual afirmam que o país “passa por um dos momentos mais difíceis de sua história”, que eles definem como” tempestade perfeita”, já que une, de acordo com os bispos, “a cri...

Mais informações