O epitáfio que deveria ser gravado nos túmulos das vítimas

Será a história que julgará o silêncio, se não a cumplicidade com essa matança da pandemia no Brasil

Ativistas colocam cruzes na praia de Copacanbana para criticar o manejo da crise pelo Governo durante manifestação em junho.
Ativistas colocam cruzes na praia de Copacanbana para criticar o manejo da crise pelo Governo durante manifestação em junho.Antonio Lacerda / Efe

São 100.000 vidas perdidas. 100.000 histórias de dor e milhões de lágrimas derramadas. É um número que assusta, entristece e enluta o país. Basta chorar por elas? Não, porque foi uma tragédia anunciada. O dia de silêncio informativo sobre outros temas, que este jornal quis oferecer aos leitores para dedicá-lo à tragédia, deve ser também ...

Mais informações