Eclipse lunar parcial no 50º aniversário da chegada à Lua

O fenômeno astronômico poderá ser visto no Brasil nesta terça-feira. O eclipse poderá ser apreciado na América do Sul, Europa, África, Ásia e Oceania

Nesta terça-feira acontecerá um eclipse lunar parcial visível no Brasil.
Nesta terça-feira acontecerá um eclipse lunar parcial visível no Brasil.
Madri -
Mais informações
Chegar à Lua foi difícil, mas voltar à Terra, também
NASA cancela primeiro passeio espacial de duas mulheres por falta de trajes
Israel fracassa na tentativa de pousar na Lua

Um eclipse lunar parcial que será visível em diversos pontos do planeta nesta terça-feira (16). No Brasil, o fenômeno poderá ser observado a partir das 17h01 (hora de Brasília) e durará duas horas e 51 minutos. Eclipse lunar parcial é o nome dado ao fenômeno astronômico em que Terra, o Sol e a Lua se encontram alinhados de forma que nosso satélite se interpõe ao Sol e gera uma sombra que tampa a lua progressivamente.

Existem três tipos de eclipses lunares: os penumbrais, os parciais e os totais. A diferença principal entre os três está no nível de ocultação da Lua. Nos penumbrais, a Lua não chega a ficar oculta, apenas menos exposta à luz do Sol devido à passagem da Terra. Já nos eclipses parciais, parte da Lua é completamente obstruída pelo planeta, e nos totais a sombra terrestre oculta completamente o seu satélite natural.

O último eclipse lunar visível no Brasil foi em 21 de janeiro, embora naquela ocasião se tratasse de uma superlua de sangue com eclipse lunar total e fosse o primeiro eclipse total do ano, que dava lugar à chamada Lua de sangue de lobo.

Diferentemente do que ocorre com os eclipses solares, para observar um eclipse lunar não é necessário tomar medidas especiais para proteger os olhos. Portanto, o fenômeno pode ser ver visto de forma simples, com a ajuda de binóculos ou um telescópio.

Na América do Sul, o eclipse lunar parcial poderá ser visto em vários países e em diferentes horários, segundo a região, e já perto da etapa final do fenômeno. No Chile, por exemplo, o eclipse começará às 14h43 horas e terá seu ponto máximo às 17h30 horas, quando passar por cima da cordilheira dos Andes, quando 62% da superfície lunar estará tampada, e terminará às 20h17 horas.

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS