Seleccione Edição
Login

Assim foi o eclipse solar no Chile: 2 minutos e 36 segundos de escuridão

Uma faixa de 150 quilômetros do norte do país vizinho vai ser coberta pela sombra do astro

La Serena (Chile)

O único eclipse solar total de 2019 acontece nesta terça-feira à tarde e pode ser acompanhado ao vivo. Uma faixa de 150 quilômetros entre o norte de Chile e o centro-norte da Argentina será abarcada pela escuridão, no que é considerado o maior evento astronômico do ano. O eclipse solar deste 2 de julho, iniciado no Pacífico, pode ser observado em sua totalidade boa parte de Chile e parcialmente no Brasil. A "zona zero" situa-se nas regiões de Coquimbo e Atacama, onde o dia luminoso dará passo a uma breve noite de 2 minutos e 36 segundos. A pequena localidade de La Serena, onde se encontra o Observatório de  La Silla, será o epicentro do eclipse.

MAIS INFORMAÇÕES