Peru surpreende, passa pelo Chile e encara o Brasil na final da Copa América

Flores, Yotún e Guerrero marcaram na vitória por 3 a 0 em Porto Alegre pelas semifinais. O goleiro Gallese, que defendeu até pênalti, foi o destaque do jogo que marcou a volta dos peruanos à final sul-americana após 44 anos

Flores e Yotún comemoram o gol peruano.
Flores e Yotún comemoram o gol peruano.Andre Penner (AP)
Diogo Magri
Mais informações
Paolo Guerrero, o herói corintiano em busca da consagração na Copa América
Bolsonaro joga para a torcida e sai vaiado do campo no Mineirão
Ataque decide, Brasil vence a Argentina e volta à final
Messi: “O Brasil controla a Conmebol”

O Peru surpreendeu o Chile e venceu o atual bicampeão da Copa América por 3 a 0 nesta quarta-feira, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, se classificando para a final do torneio sul-americano após 44 anos de ausência. Flores, Yotún e Paolo Guerrero marcaram os gols da vitória, que ainda teve uma atuação espetacular do goleiro Gallese. Os peruanos jogarão a decisão contra o Brasil no próximo domingo, no estádio do Maracanã, às 17h (horário de Brasília). As seleções já se enfrentaram nesta Copa América, quando os brasileiros golearam o Peru pela fase de grupos por 5 a 0. O Chile joga contra a Argentina no sábado, às 16h (horário de Brasília), em São Paulo, pela decisão do terceiro lugar.

Em um ótimo primeiro tempo, a seleção peruana sufocou os favoritos chilenos desde o primeiro minuto, quando Cueva desperdiçou um gol sozinho dentro da área. Aos 20, Cueva roubou a bola pela direita e cruzou para a área, onde Carrillo desviou de cabeça e Flores chegou completando para o gol e fazendo 1 a 0. O Chile tentou sair para o jogo, mas foi punido no contra-ataque. Com 37 minutos, Carrillo foi lançado pela direita e driblou o goleiro Arias, que saiu de forma atrapalhada para tentar ficar com a bola na lateral. O peruano cruzou para a entrada da área, onde Yotún dominou no peito e concluiu para o gol vazio, ampliando a vantagem da seleção de Guerrero em 2 a 0.

A etapa inicial terminou com uma grande defesa de Gallese em chute à queima-roupa de Fuenzalida, já antecipando o que seria o segundo tempo. Logo aos cinco minutos, Vargas desviou cruzamento e a bola acertou a trave do goleiro peruano. Depois, coube a Gallese fazer ótimas intervenções em chances criadas por Beausejour, Eduardo Vargas, Alexis Sánchez e Vidal. Nos acréscimos, Tapia enfiou uma linda bola e deixou Guerrero na cara do gol chileno. O camisa 9 driblou Arias e empurrou para o gol vazio, comemorando o 3 a 0 e a classificação peruana.

Ainda deu tempo de Gallese defender um pênalti cobrado de cavadinha por Vargas. O goleiro, que foi o grande destaque do jogo de hoje, já havia defendido uma penalidade de Gabriel Jesus no 5 a 0 e um de Suárez na disputa de pênaltis contra o Uruguai nas quartas de final. O Peru volta à final da Copa América pela primeira vez desde 1975, ano em que eliminou o Brasil nas semifinais e acabou campeão sul-americano. O outro troféu que os peruanos conquistaram do torneio foi em 1939.

Veja como contamos a partida entre Chile x Peru:

Diogo Magri
Encerramos por aqui a cobertura de Peru 3 x 0 Chile, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, pela semifinal da Copa América 2019. Obrigado pela companhia e até a próxima!
Diogo Magri
Domingo, Maracanã, 17h, final da Copa América: Brasil x Peru. Na última vez que os peruanos chegaram na final, em 1975, foram campeões - eliminando inclusive o Brasil nas semis. Já os brasileiros nunca perderam uma Copa América em casa.
Diogo Magri
Depois de conseguir o bicampeonato em 2015 e 2016, o Chile está eliminado na semifinal desta edição. A decisão do terceiro lugar, que acontece em São Paulo no sábado às 16h, será contra a Argentina, vice em 2015 e 2016. Foto: AP
Diogo Magri
Logo após a goleada sofrida para o Brasil na fase de grupos, Guerrero afirmou que o 5 a 0 contrário talvez tivesse feito bem para os peruanos. Vidente? Com o gol marcado hoje, ele chegou a 13 em Copas América e se tornou o maior artilheiro vivo da competição.
Diogo Magri
O goleiro Gallese foi o homem do jogo. Pelo menos quatro defesas muito difíceis, além de pegar a cavadinha na batida de pênalti do Vargas. O goleiro já havia pegado um pênalti de Gabriel Jesus e outro de Suárez nesta Copa América.
Diogo Magri
As estatísticas de Peru 3 x 0 Chile.
Diogo Magri
Que partida incrível do Peru! Pressionando no primeiro tempo, a seleção aproveitou os vacilos chilenos para fazer 2 a 0 com Flores e Yotún. Mais fechado no segundo tempo, o Peru chegou ao terceiro gol com Guerrero, já nos acréscimos, decretando a vaga na final.
Diogo Magri
FIM DE JOGO! O Peru supera o Chile por 3 a 0 e pega o Brasil na final da Copa América!
Diogo Magri
50 minutos. VARGAS TENTA DE CAVADINHA E GALLESE DEFENDE! Que partidaça do goleiro peruano!
Diogo Magri
PÊNALTI PARA O CHILE!
Diogo Magri
48 minutos. Zambrano, de carrinho, derrubou Aránguiz na área e o árbitro vai até a tela do VAR para rever a imagem do lance.
Diogo Magri
46 minutos. GUERRERO GARANTE A VAGA DO PERU NA FINAL! Tapia acha o camisa 9 no meio da defesa chilena, em condição legal. Na cara de Arias, Guerrero dribla o goleiro e só empurra para fechar o placar e a classificação à final: 3 a 0!
Diogo Magri
GOOOOOOOOOOOL DO PERU!
Diogo Magri
45 minutos. Cinco minutos de acréscimos!
Diogo Magri
44 minutos. O centroavante Castillo entra no lugar do zagueiro Maripán.
Diogo Magri
43 minutos. Torcida peruana, que comparece em peso em Porto Alegre, grita "olé!" para a sequência de passes peruanos.
Diogo Magri
40 minutos. Sagal atropela Trauco e leva cartão amarelo.
Diogo Magri
36 minutos. GALLESE MAIS UMA VEZ! O goleiro peruano voou no canto direito para defender um lindo chute de Alexis Sanchez!
Diogo Magri
35 minutos. Sanchez lançou Isla na linha de fundo, que conseguiu cruzar para Vidal completar de cabeça dentro da área; a cabeçada foi em cima de Gallese.
Diogo Magri
34 minutos. Peru muda pela última vez: Ballón no lugar de Cueva.

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS