Seleccione Edição
Login

Exoneração de ministro do Turismo gera especulações

Apontado por reportagem como partícipe de um esquema de desvio de verbas do fundo partidário, Marcelo Álvaro Antônio deixou o cargo para assumir vaga na Câmara. Mas deve retornar para a pasta na quinta

Marcelo Álvaro Antônio ministro do Turismo
O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio. Agência Brasil

Apontado por uma reportagem da Folha de S.Paulo como parte de um esquema de desvio de dinheiro do fundo partidário, o ministro do Turismo Marcelo Álvaro Antônio (PSL-MG) foi exonerado na manhã desta quarta, gerando especulação a respeito de sua continuidade no cargo. No entanto, ele não foi afastado da pasta, informou ainda nesta manhã. Deixou o cargo apenas temporariamente para poder assumir sua vaga de deputado federal, algo obrigatório, e retornará para as atividades no ministério ainda na quinta.“Em tempos de fake news, importante avisar: Hoje tomo posse na Câmara dos Deputados e amanhã retorno às atividades frente ao Ministério do Turismo”, escreveu no Twitter.

Integrante da Frente Parlamentar Evangélica da Câmara e ex-filiado do PRP, PMB e PR, Álvaro Antônio foi apontado pelo do jornal Folha de S.Paulo como sendo integrante de um esquema para lançar candidatas "laranjas" para desviar recursos do fundo eleitoral para mulheres nas eleições, o que gerou especulações sobre sua saída do Ministério do Turismo. Sobre a denúncia, o ministro publicou nas redes sociais: "Reforço que a distribuição do Fundo Partidário do PSL cumpriu rigorosamente o que determina a lei. Todas as contratações da minha campanha foram aprovadas pela Justiça Eleitoral. É lamentável o desserviço prestado pelo jornal".

Segundo informações da Agência Brasil, ao confirmar a exoneração do ministro, a Casa Civil informou que o deputado não tomou posse no dia 1 de fevereiro, como os demais parlamentares, por questão de saúde. "Ele [Marcelo Álvaro] se licenciou do cargo de ministro para assumir o cargo de deputado. Não o fez antes porque passou por um procedimento cirúrgico e estava hospitalizado. Até o fim da semana, deve retornar ao cargo de ministro do Turismo."

Em nota enviada à imprensa no meio da manhã, o Ministério do Turismo também informou que Marcelo Álvaro Antônio foi exonerado no Diário Oficial da União para tomar posse na Câmara dos Deputados. "O ato de exoneração assinado junto com o ministro da Justiça, Sérgio Moro, é mera formalidade. Como já confirmaram fontes da Casa Civil, amanhã [quinta-feira, 7 de fevereiro] o ministro retorna ao Ministério do Turismo para dar continuidade ao trabalho."

MAIS INFORMAÇÕES