Seleccione Edição
Login

Escritor Patricio Pron participa de debates com apoio do EL PAÍS

Encontros acontecem em São Paulo nesta quinta e sexta-feira, 12 e 13, no Espaço Cult e na Faap

O escritor Patricio Pron, em 2013
O escritor Patricio Pron, em 2013

Inédito no Brasil, o escritor argentino Patricio Pron, que teve seu livro O Espírito dos Meus Pais Continua a Subir na Chuva, de 2011, recém-publicado pela Todavia, participa de dois debates em São Paulo nesta quinta e sexta-feira, 12 e 13, no Espaço Cult e na Fundação Armando Alvares Penteado (Faap). Os encontros, realizados pela editora e pelo Instituto Cervantes, acontecem com apoio do EL PAÍS, onde o autor, que vive em Madri, na Espanha, é colaborador.

O livro, tema dos debates, é, em certa medida, uma narrativa pessoal e também um romance que busca compreender a história de seus pais, a sua própria e a de seu país. Assim como Pron, o protagonista é um jovem escritor argentino que regressa ao país porque seu pai, um antigo jornalista, militante político, está morrendo. Desse encontro de despedida, o que o personagem acaba encontrando não é apenas a verdade sobre seu pai, mas sobre uma geração de desaparecidos e assassinados pelo regime militar argentino que durou de 1976 a 1983.

O Espírito dos Meus Pais Continua a Subir na Chuva traça um arco pelos últimos 30 anos de história da Argentina, e, mais do que recordar, procura não esquecer. Autor de outros sete romances, Pron, que nasceu em Rosário, é um dos escritores jovens mais prestigiados da atualidade, eleito pela revista Granta como um dos 22 melhores autores em língua espanhola.

Escritor Patricio Pron participa de debates com apoio do EL PAÍS

“Meu interesse vem da minha própria incapacidade de entender esse período da história argentina, a vontade de sacrifício e as decisões que levaram essa geração a se comprometer com fatos trágicos da história do país”, disse o escritor ao EL PAÍS, na época do lançamento. Escrito em primeira pessoa, com um texto fragmentado, recheado por listas, notas e matérias, o livro fica no meio caminho entre a autoficção e um romance policial.

O encontro desta quinta-feira, 12, às 19h30, conta com a presença do poeta e editor Joca Terron e do jornalista e editor do EL PAÍS Brasil, Tom C. Avendaño. Não é necessária inscrição prévia para a participação. O Espaço Cult fica no bairro de Pinheiro, na Rua Aspicuelta 99.

Já na sexta-feira, 13, às 9h30, o debate terá a presença do filósofo Rodrigo Petronio e o escritor Antônio Xerxenesky. O evento é aberto ao público, mas as vagas são limitadas e é necessárias inscrição prévia, que pode ser feita aqui. A Faap fica no bairro de Higienópolis, na Rua Alagoas, 903.

Entrevista de Tom C. Avendaño com Patricio Pron

MAIS INFORMAÇÕES