Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

‘Voz Ativa’ entrevista André Midani, memória viva da música brasileira

De Caetano a Elis, Chico e Gilberto Gil, produto trabalhou com as maiores estrelas da MPB.

Ajudou também Anitta no início da carreira, apesar das queixas que ouviu por isso

André Haidar Midani, produtor musical e ex-presidente da Warner para a América Latina nos anos 1990, é uma das mais importantes figuras da indústria do disco no país. Os nomes que descobriu explicam essa fama: de Elis Regina, a Chico Buarque, de Gilberto Gil a Ney Matogrosso, passando por Paulinho da Viola e Belchior. Recentemente, ajudou Anitta quando ela ainda dava os primeiros passos na carreira. Em sua entrevista ao Programa Voz Ativa, que vai ao ar nesta segunda-feira às 22h15, ele conta que recebeu queixas por dar apoio à cantora carioca, hoje sensação mundial. “[Maria] Bethânia me ligou me insultando: 'como você tem coragem de, na sua idade, trazer uma porcaria como essa menina?". Ele, então, respondeu: “Ela é tão estranha para você quanto você era estranha para as pessoas.”

São causos como este que Midani conta no programa comandado por Florestan Fernandes Jr, e que traz na bancada a presença do também produtor João Marcelo Bôscoli, das jornalistas Carla Jimenez, do EL PAÍS Brasil; e Brisa Marques, da rádio Inconfidência, além do diretor de Programação e Produção da Rede Minas, Kiko Ferreira; e do cantor e compositor Sérgio Santos. Bôscoli é filho de Elis Regina, também lançada por Midani.

O produtor ainda dá sua leitura sobre o sertanejo universitário, o funk e fala sobre como a tecnologia mudou a forma de produzir e consumir música. Nascido na Síria em 1932, Midani chegou ao Brasil em 1955 e, até a década de 1990, foi um dos maiores nomes da indústria fonográfica brasileira, passando pelos principais selos do mercado. Em 1990, mudou-se para Nova York, onde assumiu a presidência da Warner para a América Latina. Foi considerado pela revista Billboard uma das 90 pessoas mais importantes da história da indústria mundial de discos. Em 2008, Midani lançou seu esperado livro de memórias, “Do vinil ao download”, que deu origem a uma série de programas exibidos pelo canal GNT.

O Voz Ativa vai ao ar também pela internet no www.redeminas.tv. O telespectador pode interagir com a atração via redes sociais: pela página da atração no Facebook, ou por meio do Twitter, do Instagram e do Youtube. O programa conta com edição especial para rádio, que vai ao ar pela Inconfidência FM (100,9), às terças-feiras, às 21h, e pela Inconfidência AM (880), aos domingos, às 22h.

MAIS INFORMAÇÕES