Seleccione Edição
Login

Antropóloga Jacqueline Muniz fala sobre a intervenção no Rio no ‘Voz Ativa’

Programa da Rede Minas, parceria com o EL PAÍS, vai ao ar às 22h15, horário de Brasília

Entrevista também pode ser assistida na página da atração no Facebook

A antropóloga e cientista política Jacqueline Muniz é a convidada desta segunda-feira, 5 de março, do programa Voz Ativa, uma produção da Rede Minas em parceria com o EL PAÍS. Professora do Departamento de Segurança Pública da Universidade Federal Fluminense (UFF), Muniz responde perguntas sobre a intervenção federal no Rio de Janeiro, decretada pelo presidente Michel Temer (MDB) no último dia 16 de fevereiro, e os desafios da segurança pública no país. “O medo coletivo tem se mostrado péssimo conselheiro, sobretudo em contextos de insegurança generalizada”, observa a professora. O programa vai ao ar às 22h15, horário de Brasília, e também pode ser assistido na página da atração no Facebook.

Muniz já foi diretora do Departamento de Pesquisa, Análise da Informação e Desenvolvimento de Pessoal em Segurança Pública, no Ministério da Justiça. Também atuou como coordenadora setorial de Segurança Pública, Justiça e Direitos Humanos e como diretora da Secretaria de Segurança Pública do Governo do Estado do Rio de Janeiro. A antropóloga contribuiu ainda na elaboração do Plano de Segurança Pública do governo de Pernambuco e nos trabalhos técnicos da CPI das Milícias, na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. Ela é também integrante do Grupo de Estudos Estratégicos da UFRJ e sócia-fundadora da Rede de Policiais e Sociedade Civil da América Latina. Além disso, é autora de vários artigos, ensaios e capítulos de livros que tratam da segurança pública, e está sempre presente nos debates sobre o tema no Brasil.

O programa é apresentado pelo jornalista Florestan Fernandes Júnior. Para debater com a especialista, o Voz Ativa conta com as participações de Felipe Betim, repórter do EL PAÍS; Maria Teresa Cruz, repórter e editora do Ponte Jornalismo; Maria Clara Prates, jornalista especializada em segurança pública; Luiza de Castro, presidente da Rede Mina; e Robson Sávio Sousa, coordenador do NESP, da PUC Minas.

O Voz Ativa, que estreou em janeiro deste ano, já contou a presença do dramaturgo Zé Celso, da filósofa feminista Djamila Ribeiro e do jornalista Juca Kfouri, entre outros. Vai ao todas as segundas-feiras, às 22h15, com transmissão simultânea nas páginas no Facebook do EL PAÍS e da Rede Minas.

MAIS INFORMAÇÕES