Seleccione Edição
Login

Como foi o atropelamento mortal do carro autônomo da Uber

A polícia de Tempe, no Arizona, divulga vídeo em que se vê o momento do choque do carro autônomo.

Uma mulher de 49 morreu pelo impacto

A polícia local de Tempe, no Arizona, divulgou um vídeo em que se observa como um carro da Uber sem motorista atropela mortalmente uma mulher. Trata-se do primeiro caso de falecimento que envolve veículos autônomos. O atropelamento ocorreu na segunda-feira e a empresa cancelou os testes dessa modalidade de serviço para seguir pesquisando.  

No trecho se vê como o veículo não detecta a presença de um humano e um objeto de metal, uma bicicleta. O lidar, a tecnologia laser que é objeto de disputa legal entre Uber e Google por cópia de patentes por parte do aplicativo de transporte, tem precisamente esse objetivo, detectar e analisar em tempo real o que acontece ao seu redor. A necessidade de percorrer muitos quilômetros de forma controlada faz parte do treinamento para fazer com que seus padrões de reconhecimento funcionem de imediato, não como acontece neste caso.

A câmera interior, cuja gravação também foi revelada, mostra como o motorista não presta atenção completa ao que acontece na calçada. Os atuais carros autônomos não o são por completo, estão no terceiro nível dos cinco considerados por indústria e pesquisadores. 

Há um ano que a Uber se encontra em uma tormenta constante de escândalos, desde acusações de machismo a técnicas de duvidosa legalidade nos negócios.

MAIS INFORMAÇÕES