Alasca registra terremoto de 7,9 na escala Richter

Alerta de tsunami chegou a ser disparado, mas foi cancelado cerca de três horas após o tremor

Mapa do Centro Geológico dos Estados Unidos
Mapa do Centro Geológico dos Estados UnidosEFE
Mais informações

Um terremoto de magnitude 7,9 na escala Richter atingiu o Alasca por volta das 7h30 (horário de Brasília) desta terça-feira. O tremor foi registrado a cerca de 250 quilômetros de Chiniak, a 10 quilômetros de profundidade, de acordo com o Centro Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), que inicialmente havia reportado um tremor de magnitude de 8,2.

O aviso de tsunami emitido após o terremoto foi cancelado, segundo o Centro de Aviso sobre os Tsunamis do Pacífico.  O alerta havia sido lançado para a maior parte da costa sul do Alasca, as ilhas Aleutian e a província canadense da Colúmbia Britânica. Um aviso prévio também havia sido emitido para toda a costa do Pacífico dos Estados Unidos, desde a fronteira com o México até a fronteira canadense, no Havaí, no Pacífico.

O tremor foi sentido na costa do Alasca e a centenas de quilômetros. Heather Rand, que estava em Anchorage, a cerca de 580 quilômetros a norte do epicentro, disse à CNN este foi o maior terremoto que já viveu. "Foi muito longo, e aumentou lentamente, assustador, mais do que qualquer coisa, definitivamente o mais longo, e eu nasci aqui", disse Rand. Sobre prejuízos, ele afirmou que apenas observou algumas fissuras na parede.

Em 1964, um terremoto de magnitude 9,2, próximo ao Estreito de Príncipe Wiliam, no Alasca, seguido de um tsunami, deixou 125 pessoas mortas.

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS
Logo elpais

Você não pode ler mais textos gratuitos este mês.

Assine para continuar lendo

Aproveite o acesso ilimitado com a sua assinatura

ASSINAR

Já sou assinante

Se quiser acompanhar todas as notícias sem limite, assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$
Assine agora
Siga-nos em: