DONALD TRUMP

Trump despenca no ranking das grandes fortunas da ‘Forbes’

Presidente dos EUA perde 92 posições na lista das 400 maiores fortunas do país, e agora é o número 248. O primeiro continua sendo Bill Gates

MAIS INFORMAÇÕES

As coisas estão indo muito bem para os mais ricos dos Estados Unidos. O dinheiro que acumulam não para de aumentar. Os números são de revirar os olhos. Mas não é o caso do inquilino da Casa Branca. O ranking publicado pela revista Forbes com as maiores fortunas do país afunda Donald Trump na posição 248, considerando seus ativos de 3,1 bilhões de dólares (9,8 bilhões de reais). Na lista do ano passado, Trump era o 156o mais rico.

A fortuna do presidente dos EUA encolheu em 600 milhões de dólares (1,9 bilhão de reais) nos últimos 12 meses. É uma cifra que, além disso, também está muito aquém da ostentada pelo magnata. A publicação atribui a queda ao fraco desempenho do mercado imobiliário em Nova York, que mostra sinais de saturação nos segmentos de luxo e comercial. Processos judiciais e o custo da campanha que o levou ao Salão Oval também abocanharam uma boa parte da fortuna.

Pouco antes das eleições, o empresário fechou um acordo extrajudicial e teve de pagar 25 milhões de dólares aos estudantes da Trump University, que o acusaram de fraude. O patrimônio da pessoa mais poderosa do planeta está no mesmo nível da fortuna de Evan Spiegel, o fundador do aplicativo social Snapchat, um dos mais jovens do ranking. “Vamos ver se vai tuitar”, ironizava Luisa Kroll, responsável pela elaboração da lista.

A revista dedicou sua capa ao presidente sob o sugestivo título Inside Trump’s Head (Dentro da Cabeça de Trump), e em uma entrevista aborda temas como sua relação com o secretário de Estado, Rex Tillerson, o desenvolvimento de um plano para impulsionar o crescimento econômico, e como o presidente está conduzindo o processo para cobrir as vagas restantes em sua equipe de Governo. A entrevista foi realizada em 6 de outubro no Salão Oval. Também proporciona uma tabela com a evolução de sua fortuna.

A Forbes vem rastreando o patrimônio de Trump desde que preparou o ranking pela primeira vez, em 1982. O nova-iorquino mais rico é Michael Bloomberg, na 8a posição, com 46,8 bilhões de dólares (cerca de 148 bilhões de reais). O patrimônio de Bloomberg aumentou 1,8 bilhão de dólares em um ano. Agora, para ser membro deste clube exclusivo, é preciso ter pelo menos 2 bilhões de dólares. A fortuna total dos que fazem parte do ranking soma 2,7 trilhões de dólares.

A lista da Forbes é encabeçada por Bill Gates, com 89 bilhões de dólares (282 bilhões de reais). E isso apesar de, em agosto, ter transferido para sua fundação ações da empresa Microsoft no valor de 4,6 bilhões de dólares. Gates já está há 24 anos liderando o ranking como o mais rico dos EUA. O segundo lugar é agora de Jeff Bezos, fundador da Amazon, com 81,5 bilhões de dólares. O investidor Warren Buffett é o terceiro, com 78 bilhões de dólares, seguido por Mark Zuckerberg.

Os mais ricos do ranking Forbes 400 são essencialmente do mundo tecnológico. Totalizam 59 endinheirados considerando todos os membros do clube. Para se ter uma ideia de onde está o dinheiro, o patrimônio combinado deste grupo é de cerca de 701,5 bilhões de dólares. A média, portanto, é de cerca de 11,9 bilhões de dólares, quase 20% mais do que há um ano.

Arquivado Em: