Seleccione Edição
Login

Gigantes do Silicon Valley se rebelam contra Donald Trump por seu veto migratório

Empresas como Apple, Google e Facebook vão à Justiça contra decreto e defendem a importância dos imigrantes para os EUA

Trump diante de Peter Thiel (Facebook) e Tim Cook (Apple), durante evento em Nova York, em dezembro.
Trump diante de Peter Thiel (Facebook) e Tim Cook (Apple), durante evento em Nova York, em dezembro. REUTERS

Da Apple à Zynga, os gigantes do Silicon Valley apresentaram neste domingo um documento ao tribunal número 9 de São Francisco para expressar sua insatisfação com o decreto migratório do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Enquanto a maior parte do país parava para acompanhar o Super Bowl, evento esportivo de maior audiência no ano, uma aliança era formada nos arredores da cidade para tentar frear medidas supostamente nocivas aos negócios dos envolvidos na iniciativa. Segundo o Índice do Silicon Valley, os estrangeiros compunham 37,4% da mão de obra dessas empresas em 2016.

A lista abrange gigantes tecnológicos como Google, Facebook, Twitter e Snap, mas também nomes inesperados, como a Levi’s, centenária fábrica de jeans que esteve entre as primeiras companhias a se instalarem na região. Entre os signatários estão, além desses, Netflix, Square, Salesforce, Airbnb, Uber, Pinterest, AppNexus, Yelp, Reddit, Kickstarter, GitHub, Glassdoor, Box, Mozilla, Dropbox, Twilio, Zynga e Medium.

As empresas tecnológicas se somam de maneira específica a um processo judicial contra a medida executiva da Casa Branca que tramita no Estado de Washington, onde fica Seattle, e que tem o apoio da Microsoft, Amazon e Expedia, líderes da economia digital nessa região da Costa Oeste.

As ausências são tão notáveis como polêmicas. Não aparece nenhuma das empresas de Elon Musk (Tesla e SpaceX). Cabe recordar que Musk é o único executivo da nova economia que permanece no conselho econômico do presidente. Chamou a atenção também a não adesão da WeWork, cujos escritórios compartilhados são muito populares na região e já se espalharam por todo o mundo, bem como quatro empresas veteranas que já estão sofrendo críticas e rechaço nas redes sociais: HP – que foi o embrião do Silicon Valley, numa garagem de Palo Alto – IBM, Yahoo e Oracle.

O documento da aliança empresarial, ao qual o EL PAÍS teve acesso, condena o decreto migratório que proíbe temporariamente a entrada nos EUA de cidadãos da Síria, Iraque, Irã, Iêmen, Líbia, Somália e Sudão, mesmo que apresentem vistos ou autorizações de residência.

Aaron Levie, cofundador e executivo-chefe da Box, comentou por email que “este decreto contraria nossos valores como nação. Estamos orgulhosos de nos somarmos a empresas líderes que, como nós, consideram que ele não é constitucional, que é injusto e economicamente nocivo”.

As empresas signatárias salientam a contribuição que os estrangeiros historicamente oferecem ao país que os acolhe. "Os imigrantes fizeram algumas das grandes descobertas, criaram algumas das empresas mais inovadoras e célebres. A América tem um longo histórico em reconhecer a importância de nos protegermos contra quem quer nos fazer mal, mas sempre com um compromisso com a migração”, diz o texto.

Na tarde de quinta-feira, Travis Kalanick, principal executivo do Uber, renunciou ao cargo de conselheiro governamental. As críticas à ligação dele com Trump levaram mais de 200.000 usuários a desinstalarem o aplicativo do Uber. Depois de deixar o cargo, Kalanick enviou uma carta a seus funcionários admitindo que “o decreto prejudica muitas pessoas e comunidades nos Estados Unidos como um todo”.

Na noite desta segunda, a questão migratória deve dominar a entrega do prêmio Crunchie, considerado o Oscar do setor tecnológico. A expectativa é de que os participantes da cerimônia, na Filarmônica de San Francisco, façam discursos contra o presidente e apelos à unidade dentro do setor.

LISTA COMPLETA DE EMPRESAS SIGNATÁRIAS

AdRoll

Aeris Communications

Airbnb

AltSchool

Ancestry.com

Appboy

Apple

AppNexus

Asana

Atlassian

Autodesk

Automattic

Box

Brightcove

Brit + Co

CareZone

Castlight Health

Checkr

Chobani

Citrix Systems

Cloudera

Cloudflare

Copia Institute

DocuSign

DoorDash

Dropbox

Dynatrace

eBay

Engine Advocacy

Etsy

Facebook

Fastly

Flipboard

Foursquare

Fuze

General Assembly

GitHub

Glassdoor

Google

GoPro

Harmonic

Hipmunk

Indigogo

Intel

JAND and Warby Parker

Kargo

Kickstarter

KIND

Knotel

Levi Strauss & Co.

LinkedIn

Lithium Technologies

Lyft

Mapbox

Maplebear and Instacart

Marin Software

Medallia

Medium

Meetup

Microsoft

Motivate International

Mozilla

Netflix

Netgear

NewsCred

Patreon

PayPal

Pinterest

Quora

Reddit

Rocket Fuel

SaaStr

Salesforce

Scopely

Shutterstock

Snap

Spokeo

Spotify

Square

Squarespace

Strava

Stripe

SurveyMonkey

TaskRabbit

Tech:NYC

Thumbtack

Turn

Twilio

Twitter

Turn

Uber

Via

Wikimedia Foundation

Workday

Y Combinator

Yelp

Zynga

MAIS INFORMAÇÕES