Jogos Olímpicos

De ‘peixinho’, Shaunae Miller leva o ouro nos 400m

Gesto desesperado priva Allyson Felix de ser a primeira mulher a conquistar cinco ouros olímpicos no atletismo

Shaunae Miller atira-se de cabeça para ganhar a prova.Morry Gash (AP) | EPV

A atleta Shaunae Miller, das Bahamas, se atirou de peixinho sobre a linha de chegada para conquistar o título olímpico dos 400 metros rasos, na noite de segunda-feira, derrotando assim a norte-americana Allyson Felix, que havia assumido o primeiro posto alguns metros antes. O gesto desesperado de Miller lhe deu a vitória por sete centésimos, 49s44, contra 49s51 de Felix, que tentava se tornar a primeira mulher na história dos Jogos Olímpicos a conquistar cinco ouros no atletismo.

Allyson Felix e Shaunae Miller deram corpo e movimento ao pleonasmo daquela luta agônica. A norte-americana, campeã mundial, chegou à reta final dois metros atrás da atleta das Bahamas, que pouco a pouco ia se paralisando. Foi uma batalha impressionante.

MAIS INFORMAÇÕES

O avanço de Felix, que passava um metro à frente como se estivesse em câmera lenta; a defesa aguerrida de Miller, que não cedia, que não cedia. A linha, que não chegava para nenhuma das duas. A cinco metros da meta, parecia que Felix finalmente ficaria com o ouro dos 400m – o qual somaria a uma coleção que já inclui os títulos dos 200m rasos e dos revezamentos 4 x 100 e 4 x 400 em Londres, e também do 4 x 400 em Pequim 2008. Mas, faltando dois metros, e percebendo que sua derrota seria inevitável, Miller se atirou de cabeça sobre a linha e, após alguns instantes de expectativa, foi declarada vencedora.

Shaunae Miller no momento do ‘peixinho’.
Shaunae Miller no momento do ‘peixinho’.David J. Phillip (AP)

Felix, que aos 30 anos acumula 13 títulos mundiais, vinha de uma lesão de tornozelo que sofreu em abril e, apesar de não ter conseguido vaga na equipe dos EUA para tentar o bicampeonato nos 200 metros, chegou ao Rio com os objetivos de se tornar a primeira mulher a conseguir cinco ouros no atletismo olímpico e ser uma das poucas a ganhar as provas dos 200 e 400 metros rasos – feito realizado apenas por Betty Cuthbert (AUS), Irena Szewinska (POL), Valerie Brisco-Hooks (EUA) e Marie Jose-Perec (FRA).

Nas semifinais, Allyson Felix havia vencido a batalha psicológica que travava contra aquela que seria a sua rival mais dura, Miller, vice-campeã mundial e líder do ranking deste ano. Elas se encontraram na terceira bateria.

Miller, que foi porta-bandeira das Bahamas na cerimônia de abertura dos Jogos, não perdeu nenhuma das cinco provas que disputou neste ano.

Foto que mostra a chegada da final dos 400 metros na Olimpíada do Rio.
Foto que mostra a chegada da final dos 400 metros na Olimpíada do Rio. (AP)

Arquivado Em: