Resultado do Referendo do 'Brexit'

Spice Girls e 49 marcos da cultura pop que a Europa perde com o ‘Brexit’

Depois de ler nossa lista, você amaldiçoará este 24 de junho de 2016. 'God Save the UK'

MAIS INFORMAÇÕES

Separar-se, mesmo que seja apenas um pouquinho, do Reino Unido é algo que dói na alma. Porque eles nos deram as melhores bandas de rock, as ‘girlbands’ mais legais, as modelos mais emblemáticas e a Família Real mais divertida ‘ever’. Depois de ler nossa lista, você vai xingar este 24 de junho de 2016. ‘God Save the UK’

O povo falou e os moradores do Reino Unido decidiram deixar a União Europeia após 43 anos como um dos pilares dessa instituição que, por vezes, não entendemos muito bem. Independente de sua posição política, a cultura britânica nos deu tanto que só podemos chorar (figurativamente, não é para tanto) por tudo que, a partir de agora, está um pouco mais longe. E não é pouco. Se você é indie, swagger, hipster, gótico, piriguete, popera ou fã da revista Hello!, esta lista certamente vai tocar um pouco seu coração. Maldito Brexit!

1- A Union Jack: Em canecas, camisetas, cuecas, tapetes, minissaias, preservativos... Alguns dizem que os britânicos mancharam sua bandeira, mas não é o maior ícone pop da história?

2- Os irmãos Gallagher: E suas brigas no pub. E seu mau-humor. E o Oasis, é claro.

3- O pub: Nunca um local viu tanta bebedeira tão cedo. Nem oferecia comida em boas condições em horários tão estranhos.

4- Kate Moss: Ou como ser a modelo mais legal do mundo independente da passagem do tempo e sem medo de escândalos.

5- Rainha Elizabeth II: Quando um soberano teve bonecas à sua imagem e semelhança que movem a mão como Maneki Neko? Será que agora ficarão mais caras?

6- As bolsas de plástico da Harrods: Servem para levar o almoço no escritório ou como item de luxo. A perfeição feita bolsa.

7- Os bobbies (policiais): E o look que conseguem com esses chapéus bem altos.

8- Alexander McQueen: Certo, o designer morreu, mas a marca continua a ser uma referência de que a moda e a arte são algo muito parecido.

9. A new rave: A corrente musical mais banal e de vida mais curta que nos obrigou a nos vestir como idiotas. E que adorávamos.

10- Benny Hill: O exemplo mais rançoso e desagradável do velho tarado politicamente incorreto (e mais divertido) dos anos 80.

11- Os ônibus de dois andares: Ônibus de dois andares muito mais barato do que o metrô.

12- O memorial a Diana e Dodi Al-Fayed: Uma ode ao horror vacui que pode ser visitado dentro da loja de departamento Harrod’s. Impensável em qualquer outro lugar.

13- Naomi Campbell: A supermodelo, nascida em Londres, combateu o racismo na moda e continua sendo um monumento.

14- As Spice Girls: O grupo de garotas de maior sucesso na história. Seus vestidos da Union Jack são um marco.

15- O fish and chips: Tão gorduroso quanto delicioso.

16- Benedict Cumberbatch: O ator com cara de marciano mais bonito e elegante do mundo.

17- Skins: A série adolescente mais pesada. Pela primeira vez vimos drogas, morte e amor.

18- O monstro de Loch Ness: A cada duas ou três semanas alguém volta a vê-lo. E é um ícone pop.

19- Gim: Há rumores de que a Rainha Mãe chegou aos 101 anos virando uma garrafa por dia. Vamos, você pode!

20- Absolutely Fabulous: A série em que Patsy e Eddie se entregavam ao álcool e às drogas, mas continuavam absolutamente fabulosas. Esperemos que o filme chegue à Espanha depois disso.

21- O tartan: E isso que os escoceses votaram contra a saída. Não é justo!

22- Os mods: E as Modettes, é claro.

23- Dirigir pela esquerda: E precisar olhar para esse lado ao atravessar as ruas. Ah, quantos turistas à beira da morte. Bom, talvez não vamos sentir tanta falta disso...

24- Helen Mirren: E todas essas atrizes britânicas que deixam as norte-americanas parecendo intérpretes de telenovela.

25- Jarvis Cocker: E Pulp. E Common people. :(

26- A metade do elenco de Game of Thrones: Embora digam que são de Westeros, de Maisie Williams a Emilia Clarke, a maioria dos intérpretes da ficção norte-americana são ingleses.

27- Os táxis pretos: E enormes, nos quais dava para viajar até seis pessoas e abrir a porta ao contrário.

28- James Bond: O agente mais sexy e um pouco metido a serviço de sua graciosa majestade. Às vezes, mudava de rosto.

29- Cara Delevingne: Bem, e sua irmã Poppy um pouco também.

30- Dover St Market: O templo dos fashion insiders abriu sua primeira sede em Londres.

31- As galochas: E a chuva e a lama, e não ser capaz de pentear seu cabelo direito. As ilhas têm um clima um pouco extremo, mas muito romântico. Como a Galícia, mas o tempo todo.

32- O Eurotúnel: A partir de agora, a única coisa que vai unir a UE com o Reino Unido.

33- O ‘marmite’: O molho para colocar sobre a carne com o melhor slogan da história: “love it or hate it”.

34- Girls Aloud: A versão gritada e acelerada das Spice Girls.

35- Glastonbury: Um dos primeiros festivais indies do mundo. E que ainda reúne grandes nomes.

36- Sherlock Holmes: E Watson. E sua versão escura e sinistra de Londres que adorávamos.

37- Mind the gap: Tirando as camisetas e a parafernália turística, Londres viveu aterrorizada de que seu pé poderia ficar preso entre o carro e a plataforma.

38- Daily Mail: Para muitos um dos responsáveis pelo sucesso do Brexit. Para outros um prazer culpado que era deixado no metrô depois de lê-lo.

39- David Gandy: Talvez o mais belo homem que já pisou na Terra.

40- Trainspotting: Tinha que ser agora, quando faz 20 anos da estreia deste filme impressionante?

41- PJ Harvey: A verdadeira dama da canção inglesa. Seu caráter combativo e suas letras não concordariam nada com toda essa história do Brexit.

42- Corridas de Ascot: E aqueles penteados que parecem obras de engenharia.

43- The Smiths: E seu frontman, o divo Morrissey.

44- 24 Hour Party People: A demonstração de que os ingleses não têm nada de chatos. E que os 90 foram uma década louca.

45- BBC: Um serviço público de informação que faz a TVE parecer uma rede local.

46- A família Middleton: Ou como a Casa Real se abriu para a plebe de uma maneira muito legal: aceitando entre eles a filha de um empresário de artigos engraçados!

47- O Mini: Na verdade é pequeno, não inteiramente útil e caro. Mas é o carro mais legal ever.

48- Mr Bean: Ou Rowan Atkinson. Olha, não conseguimos diferenciá-los.

49- Wallace & Gromit: Ou o costumbrismo inglês feito de massa de modelar.

50- Kate Winslet: Porque nada pode afundar. Nem o Titanic.