Seleccione Edição
Login

Morre o cantor Prince, ícone do pop

Prince morreu aos 57 anos em seu estúdio de Paisley Park, em Minneapolis

Cantor Prince morreu
O cantor Prince em uma imagem de 2002. Matt Sayles/Invision/AP

Ícone incontestável do pop, o cantor Prince morreu aos 57 anos nesta quinta-feira em sua casa de Paesley Park, em Minneapolis, confirmou sua assessora à agência AP. Faz só em alguns dias, no 15 de abril, ele havia ingressado de urgência em um hospital em função de uma forte gripe e foi liberado dois dias depois. Prince chegou a dar um concerto para mostrar que já estava em plena atividade, mas hoje foi divulgada a notícia da sua morte.

De acordo com informações do site TMZ na semana passada, Prince estava há várias semanas lutando contra uma persistente gripe que, no começo do mês, o obrigou a cancelar dois shows. Apesar de ainda não estar totalmente recuperado, o artista realizou a apresentação agendada em Atlanta em 14 de abril. No dia seguinte, entretanto, quando voltava para casa, seu avião precisou realizar um pouso de emergência em Moline, Illinois, onde foi tratado durante três horas em um hospital. A causa da emergência médica não foi informada. A previsão era de que Prince retomasse suas atividades nesta quinta-feira, sempre de acordo com o TMZ.

Em novembro, Prince cancelou sua turnê europeia pelos atentados de Paris. “Devido aos trágicos acontecimentos de Paris, a ICO (agência organizadora da turnê europeia) nos comunicou sua decisão de adiar os shows de Prince na Europa até novo aviso”, explicou em um comunicado à imprensa a agência responsável na Espanha, Doctor Music. A turnê, chamada Prince Spotlight: Piano & A Microphone, foi anunciada pelo músico em Minnesota. Era uma turnê de formato inédito para ele, na qual se apresentaria sozinho, com um microfone e um piano de cauda.

O artista, cujo nome de nascimento era Prince Nelson, vivia no subúrbio de Minneapolis. Nos anos 90, Prince mudou seu nome pelo símbolo impronunciável “símbolo do amor” e tatuou em sua bochecha a palavra “escravo”, como forma de protesto pelas condições contratuais impostas por sua gravadora Warner. Também foi chamado “o artista antes conhecido como Prince” e pela abreviatura “TAFKAP”.

De qualquer forma, o músico foi uma figura incontestável da música popular dos últimos 30 anos. Não morre somente um grande músico. Graças à sua visão inovadora e à sua poderosa estética, era um verdadeiro símbolo do pop. Durante a década dos anos oitenta, foi um dos artistas mais importantes e inovadores, dando forma no começo da década ao que ficou conhecido como o som de Minneapolis, que se caracterizaria por sua influência do funk e R&B dentro de uma concepção pop. Foi sua grande contribuição na década na qual o pop dominou as listas de sucesso. Alcançaria o auge de sua popularidade com o álbum Purple Rain (1984), um dos discos mais emblemáticos de uma década que influenciaria toda uma legião de artistas e grupos nos anos seguintes.

A morte de Prince confirma um ano triste para a música pop, que vê como desaparecem alguns dos seus grandes ícones: David Bowie, Glenn Frey dos Eagles e Merle Haggard.

MAIS INFORMAÇÕES