Impeachment Dilma Rousseff

Impeachment no Senado: veja aqui os próximos passos do processo

Nesta terça-feira, os processo foi lido no plenário da Casa Ficou decidido que a Comissão será formada na próxima segunda-feira

O presidente do Senado, Renan Calheiros, nesta terça.
O presidente do Senado, Renan Calheiros, nesta terça.EVARISTO SA (AFP)

O processo de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff, cuja abertura foi aprovada no domingo do dia 17 de abril pela Câmara dos Deputados, chegou ao Senado no dia seguinte e foi lido nesta terça-feira, dia 19, no plenário da Casa. Após uma discussão entre os senadores, o presidente Renan Calheiros acatou a sugestão do senador Aécio Neves (PSDB) de que a eleição da Comissão que analisará o processo fosse realizada na próxima segunda-feira, dia 25, e não mais na terça.

MAIS INFORMAÇÕES

Veja abaixo os passos do processo de impeachment no Senado:

18 de abril – Processo de impeachment chegou ao Senado

19 de abril – A decisão da Câmara é lida no plenário do Senado

22 de abril – Partidos indicam todos os 42 membros da Comissão. São 21 titulares e 21 suplentes.

25 de abril – Comissão é eleita e tem até 48 horas para eleger seu presidente e relator. Após eleito, são dez dias úteis para a apresentação do relatório.

10 ou 11 de maio – Comissão vota o parecer do relator. Texto é lido na sequência no plenário em até 48 horas.

16 ou 17 de maio – Senado vota o parecer que trata da admissibilidade do impeachment. Se aprovado por 41 votos, maioria simples, a presidenta é afastada temporariamente do cargo após ser notificada.

A partir desse momento, o Senado tem até 180 dias para julgar o impeachment. Para aprová-lo, são necessários os votos de 54 dos 81 senadores.

Arquivado Em: