Seleccione Edição
Login

Hispânicos são grupo populacional mais jovem dos Estados Unidos

Quase seis de cada dez latinos têm menos de 33 anos

Ativistas a favor da reforma migratória em Washington.
Ativistas a favor da reforma migratória em Washington. REUTERS

Os hispânicos são o grupo mais jovem da população dos Estados Unidos. Quase seis em cada dez latinos têm menos de 33 anos, ou seja, pertencem à geração do milênio (millennials) ou ainda não atingiram a maioridade, de acordo com dados que revelam uma mudança profunda na sociedade norte-americana graças à mais recente onda imigratória, e como os hispânicos vão desenhar o futuro do país.

A organização Pew Research Center publicou nesta quarta-feira sua mais recente análise dos números fornecidos pelo escritório do Censo e as suas conclusões, que exibimos a seguir, são de que a juventude é a característica mais marcante dos hispânicos, que são mais jovens do que qualquer outro grupo populacional, que a idade média dos hispânicos nascidos nos Estados Unidos é de 20 anos a menos do que daqueles que são imigrantes, e que os mais jovens são, na sua maioria, mexicanos.

Quase seis em cada dez hispânicos têm menos de 33 anos

Dados do Centro Pew Research. CRISTINA F. PEREDA

Um terço dos hispânicos, 17,9 milhões, têm menos de 18 anos, e um quarto, um total de 14,6 milhões, pertence à geração dos millennials. No total, representam quase 60% desse grupo da população, um percentual muito maior em comparação com os 50% dos negros e os 46% dos asiáticos que também têm menos de 33 anos. Os norte-americanos brancos permanecem, de acordo com esses dados, como o grupo com menos jovens, apenas 39% da sua população.

Os hispânicos são o grupo populacional mais jovem

Dados do Centro Pew Research. CRISTINA F. PEREDA

A idade média dos hispânicos é de 28 anos — de acordo com dados de 2014 —, bem abaixo da média dos outros grupos: 43 para os brancos, 36 para os asiáticos e 33 para os afro-americanos. Os hispânicos são também o caso em que a média de idade aumentou menos desde 1980, o que faz com que sua juventude continue a ser uma das principais características deste grupo.

Esses dados, na verdade, podem ter consequências especiais no caso das próximas eleições presidenciais, já que entre todos os eleitores millennials, 44% são de origem hispânica e esses são, por sua vez, o maior grupo de eleitores hispânicos de todos.

Hispânicos nascidos nos Estados Unidos são mais jovens

Dados do Centro Pew Research. CRISTINA F. PEREDA

A juventude dos hispânicos não mudou de maneira determinante, mas suas origens sim. A última onda imigratória teve seu pico no início da década de 2000 e levou aos Estados Unidos quase 60 milhões de pessoas (principalmente da América Latina e da Ásia) nas últimas cinco décadas. Uma de suas consequências é que metade dos hispânicos nascidos nos EUA também tem pais imigrantes —como também 80% dos asiáticos.

Essa circunstância moldou dois grupos populacionais drasticamente diferenciados por idade: a idade média dos hispânicos nascidos no exterior é de 41 anos, enquanto a dos norte-americano é de 19 anos. Como a maioria dos imigrantes chega ao país na idade adulta, apenas 6% dos imigrantes hispânicos com menos de 18 anos são nascidos fora dos Estados Unidos.

Os hispânicos mais jovens são na maioria de origem mexicana

Dados do Centro Pew Research. CRISTINA F. PEREDA

Quase dois terços dos millennials hispânicos são mexicanos, uma proporção maior do que a dos latinos da geração dos boomers (50-68 anos), com 57%, e do restante de adultos, com 52%. O percentual, no entanto, é ainda maior entre os hispânicos menores de idade: 69% são mexicanos. Os outros grupos são dominados por latinos de origem caribenha (16%), centro-americana (10%) e sul-americana (6%).