susto no ar

Ameaça de bomba obriga um avião da TAM a voltar a Madri

Voo JJ8065 da companhia brasileira se dirigia a São Paulo

Um avião da linha aérea brasileira TAM
Um avião da linha aérea brasileira TAMREUTERS

Um avião da TAM com destino a São Paulo foi obrigado a regressar a Madri, cidade de origem do voo, após uma suposta ameaça de bomba. Não houve contratempos no retorno, e os passageiros desembarcaram em segurança, segundo breve comunicado divulgado pela empresa nas redes sociais.

Mais informações

O voo JJ-8065, operado com um Boeing 777-32W, havia decolado da capital espanhola pouco depois das 21h (18h em Brasília), com destino ao aeroporto internacional de Guarulhos, nos arredores de São Paulo, onde deveria pousar por volta de 5h30 (hora local). Mas, após uma hora e meia de viagem, quando o avião sobrevoava Casablanca (Marrocos), as autoridades espanholas receberam um comunicado sobre a suposta ameaça, e a informação foi repassada à TAM, que orientou os pilotos a voltarem.

O avião deu meia-volta e pousou no aeroporto Adolfo Suárez-Barajas pouco depois de 0h desta terça-feira (21h em Brasília). A TAM afirmou na nota que está cooperando com as autoridades espanholas para investigar a origem da ameaça:

"A TAM Linhas Aéreas informa que foi notificada pelas autoridades da Espanha sobre suposta ameaça de bomba a bordo da aeronave que fazia o voo JJ8065 (Madri- São Paulo/ Guarulhos), na noite desta segunda-feira (14). O voo retorna neste momento para a capital espanhola. A TAM está colaborando com as autoridades", disse a companhia.