Polícia liberta reféns em cidade na divisa da França com a Bélgica

Episódio foi consequência de roubo frustrado, mas localização levou a temor de atentado

Cordão policial em área onde homem fez reféns em Roubaix.
Cordão policial em área onde homem fez reféns em Roubaix.P. H. (AFP)

Um roubo frustrado acabou provocando situação tensa na cidade francesa de Roubaix, próximo da fronteira com a Bélgica, nesta terça quando os assaltantes resolveram fazer reféns e se refugiar em uma casa. A movimentação grande de policiais só foi encerrada após às 22h (horário francês) na cidade, com a libertação dos detidos. Segundo a promotoria francesa, um dos assaltantes morreu e vários suspeitos foram presos. A localização do episódio levantou suspeitas de um possível ataque terrorista e demonstram o clima na França e região após os atentados de Paris em 13 de novembro.

De acordo com as primeiras informações, os reféns eram o diretor de uma agência bancária e sua família.

As preocupações em relação ao caso de Roubaix ocorrem principalmente por causa da busca de terroristas empreendida pelos governos da França e da Bélgica após os ataques de Paris. Um cenário dessa caçada é precisamente a fronteira franco-belga. Vários dos terroristas que atuaram na capital francesa eram belgas ou vêm desse país, como Salah Abdeslam, o homem mais procurado na Europa neste momento. Ele fugiu no dia seguinte dos atentados e a fronteira franco-belga está sendo especialmente monitorada desde então.

Mais informações

Correção

a