Eleições 2014

Dilma cresce, Marina cai e Aécio tem chances de ir para o segundo turno

Ibope mostra que petista venceria os dois candidatos no dia 26 de outubro

Aécio neves nesta quinta-feira no Rio.
Aécio neves nesta quinta-feira no Rio. Dado Galdieri (Bloomberg )

Nem as recentes denúncias envolvendo os Correios, ou mesmo da Petrobras que explodiram às vésperas das eleições, foram capazes de atingir a candidatura de Dilma Rousseff (PT). Blindada, a presidenta que disputa a reeleição tem crescido nas pesquisas de intenções de voto, enquanto sua rival Marina Silva (PSB) cai, e Aécio Neves (PSDB) se mantém no mesmo patamar.

Segundo uma pesquisa do instituto Ibope divulgada nesta quinta-feira, Dilma Rousseff tem 40% das intenções de voto contra 24% de Marina Silva e 19% de Aécio Neves. O Datafolha também divulgou levantamento hoje e chegou aos mesmos resultados para Dilma e Marina, apenas com uma pequena diferença para Aécio Neves que, segundo o Datafolha, tem 21% dos votos.

Na simulação de um segundo turno feita pelo Ibope, Dilma teria 43% dos votos contra 36% para Marina Silva. Contra Aécio Neves, a diferença é maior: 46% para Dilma e 33% para Aécio.

MAIS INFORMAÇÕES

Segundo o Ibope, em dois dias, Dilma oscilou de 39% para 40% das intenções de votos, enquanto Marina variou de 25% para 24% e Aécio se manteve nos 19%. Contando apenas os votos válidos, em que se exclui da conta os votos brancos e nulos e os eleitores indecisos, o placar é de 47% para Dilma, 28% para Marina e 26% para Aécio.

Desde o levantamento do Ibope divulgado no dia 15 de setembro, o percentual de votos válidos de Dilma Rousseff cresce a cada nova pesquisa, saindo de 42% para 43%, depois 45% e agora 47%, o que deixa uma possibilidade de as eleições serem encerradas já no primeiro turno.

Na região nordeste, maior reduto de eleitores do PT, Dilma tem 54% contra 24% de Marina e apenas 7% de Aécio. Já no sudeste, o percentual de eleitores de Dilma cai, porém, ela continua liderando, com 32% dos votos, contra 25% de Marina e 23% de Aécio.

O Ibope ouviu 3.100 eleitores entre os dias 29 de setembro e 1 de outubro e a margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Ataques

Nesta semana, um vídeo divulgado pelo jornal O Estado de S. Paulo mostrava o deputado estadual Durval Ângelo (PT-MG) em uma reunião com militantes petistas em que dizia que o bom desempenho de Dilma Rousseff em Minas Gerais, Estado de Aécio Neves, “tem dedo forte dos petistas dos Correios”. O candidato tucano acusa os petistas de utilizarem os Correios na campanha à reeleição de Dilma Rousseff.

No início de setembro, o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa denunciou um esquema de corrupção envolvendo executivos da estatal, políticos e empresários.

Arquivado Em: