Hackers ameaçam Emma Watson por seu discurso feminista

Mensagens chegam por meio de site que faz uma contagem regressiva para divulgar fotos da atriz nua

Emma Watson, durante seu discurso em Montevidéu.
Emma Watson, durante seu discurso em Montevidéu.MIGUEL ROJO (AFP)

Emma Watson está no centro das atenções. Nas últimas horas, a atriz vem recebendo ameaças através da página 4chan. Dizem que vão postar fotos da atriz sem roupa e criaram um site com o título Emma, você é a próxima, no qual advertem que em menos de três dias as imagens começarão a circular. Este é o último capítulo do que já é conhecido como celebgate. As ameaças surgiram depois dos dois discursos proferidos pela atriz no Parlamento do Uruguai e na sede da ONU, em Nova York como embaixadora da Boa Vontade da ONU Mulher, nos quais se declarava feminista e defendia a igualdade entre homens e mulheres.

As mensagens em tom ameaçador foram postadas no fórum 4chan, o mesmo site que está por trás da recente publicação de imagens íntimas roubadas de estrelas como Jennifer Lawrence, Kate Upton, Rihanna e Mary-Kate Olsen.

“Ela faz discursos feministas estúpidos na ONU e agora suas fotos sem roupa vão parar na internet”, diz uma das mensagens. Emma Watson, de 24 anos, disse em seus discursos: “Se os homens não precisarem ser agressivos para serem aceitos, as mulheres não se sentirão obrigadas a serem submissas. Se os homens não precisarem controlar, as mulheres não se sentirão obrigadas a serem controladas. Homens e mulheres devem se sentir livres para serem sensíveis. Tanto homens como mulheres deveriam se sentir livres para serem fortes. É hora de todos nós olharmos o sexo como uma gama, em vez de dois conjuntos de ideais opostos”. Suas palavras foram ditas diante de Ban Ki-moon, secretário-geral da Organização das Nações Unidas.

A crueldade desse grupo de hackers que não se importa em violar a privacidade das famosas, embora isso possa acarretar uma pena de 10 anos de prisão, não tem limites. Tanto que se deram ao trabalho de criar Emma, você é a próxima. Ao entrar na página aparece uma imagem de Watson enxugando uma lágrima ao lado de um cronômetro com uma contagem regressiva com dias, horas, minutos e segundos até o lançamento. Olhando para o relógio, se for verdade, as imagens da atriz sem roupa serão divulgadas em três dias e poucas horas. A demora levanta a possibilidade de que tudo não passe de montagens de fotos da atriz e Photoshop, afirma o site Mashable, especializado em tecnologia. Outro indício disso é fato de seu nome não figurar na lista de celebridades que tiveram sua intimidade exposta e suas fotos mais íntimas não terem caído na rede junto com as de outras celebridades.

Os comentários no fórum 4chan são de mau gosto e tom vingativo: “Essa cadela feminista Emma vai mostrar ao mundo quem é e o tipo de puta que é” ou “faz pronunciamentos estúpidos nas Nações Unidas e agora vamos vê-la nua on-line. Hahahahaha”. Além de seu discurso, que graças a este escândalo teve repercussão ainda maior, a atriz, conhecida por seu papel como Hermione Granger na saga Harry Potter, saiu em defesa da amiga Jennifer Lawrence, uma das primeiras afetadas pelo ataque dirigido a famosos. Lawrence, cujo representante expressou seu mal-estar anunciando medidas legais, viu dezenas de imagens de sua nudez serem divulgadas impunemente na internet.

Mais informações

A atriz tuitou: “Pior do que ver a privacidade da mulher violada em redes sociais é ler os comentários anexos que mostram tanta falta de empatia”. O FBI continua investigando como um grupo de hackers, ainda não identificado, conseguiu roubar imagens e vídeos explícitos do iCloud, o serviço de armazenamento automático de celulares e tablets da Apple. Apenas cinco dias antes da apresentação dos novos iPhone, Tim Cook, CEO da Apple, teve de emitir um comunicado explicando o seu interesse em ajudar a corrigir e sua intenção de reforçar a segurança. Enquanto isso, as ações caíam 2%.

A única pista para capturar os agressores é a data em que o domínio foi registrado, dia 21, através do eNom, um dos poucos lugares que permitem comprar domínios anonimamente. O FBI afirma que, desde o começo, se trata de um ataque pensado com meses de antecedência e com uma lista cuidadosa de vítimas, cujos costumes e gostos foram estudados minuciosamente a fim de contornar os filtros de segurança respondendo a perguntas para recuperar o conteúdo em caso de perda de senha.