Morre Luciano do Valle, um dos maiores locutores esportivos do Brasil

O principal narrador da TV Bandeirantes tinha 66 anos e participaria de sua 11ª Copa do Mundo neste ano

O locutor Luciano do Valle, em foto de 2012.
O locutor Luciano do Valle, em foto de 2012.Zanone Fraissat (Folhapress)

O jornalismo esportivo brasileiro está em luto. Morreu neste sábado, dia 19 de abril, aos 66 anos de idade o locutor esportivo Luciano do Valle, o principal narrador da TV Bandeirantes.

Conforme anunciado pela emissora para a qual ele trabalhava, Valle passou mal enquanto se deslocava de São Paulo para a cidade de Uberlândia, em Minas Gerais, onde narraria o jogo entre Atlético Mineiro e Corinthians, previsto para as 16h deste domingo. Ao desembarcar no aeroporto da cidade mineira foi levado com sintomas de infarto direto para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital Santa Genoveva, onde veio a falecer, por volta das 16h15 (horário de Brasília).

Tido como uma das referências na locução esportiva, Valle começou sua carreira aos 16 anos, em uma rádio de Campinas, no interior de São Paulo. Também trabalhou nas emissoras de TV Globo, por 11 anos, e Record, por quatro. Estava na Band havia 28 anos, em dois períodos diferentes.

Valle é reconhecido como um dos maiores promotores do vôlei nacional, quando na década de 1980, pela Record, transmitiu e organizou dezenas de partidas da seleção brasileira de vôlei que se tornou vice-campeã olímpica em Los Angeles (1984).

Narrou partidas de dez edições de Copas do Mundo, vários jogos em Olimpíadas, boxe, basquete e de automobilismo (Fórmula 1 e Fórmula Indy). Era a principal estrela da Band escalada para narrar o Mundial que inicia em junho no Brasil. Seria sua 11ª participação consecutiva.

“A Copa do Mundo não vai ser igual sem o Luciano do Valle. Me desculpem todos os narradores, a todos os que fazem parte desse contexto.”, disse, durante transmissão da Band, o ex-jogador e comentarista Neto, que foi um dos pupilos de Valle nos últimos anos e dividia com ele a maioria das transmissões de futebol. Neto disse que nos últimos anos o narrador estava adoentado, mas não detalhou o que ele estava sentindo.

“Ele era um gênio durante as transmissões, mesmo com algumas dificuldades e problema de saúde”, afirmou o apresentador José Luiz Datena, amigo de Valle e colega de emissora.

Em janeiro de 2012, Valle sofreu um acidente vascular cerebral, mas só revelou que passou por isso um ano depois, em uma entrevista ao programa Canal Livre, da Band. Sua maior dificuldade, foi reaprender a falar.

Assim como a maioria dos locutores brasileiros, Valle era um nacionalista de carteirinha. Isso ficava muito claro em suas transmissões de jogos da seleção, quando o amor pela camisa superava a imparcialidade jornalística. Como é possível notar nos vídeos abaixo.

Brasil 3 x 0 Espanha, final da Copa das Confederações de 2013

Brasil 2 x 3 Itália, Copa de 1982 – eliminação brasileira

Visto como uma pessoa conciliadora, em poucos momentos de sua carreira, foi polêmico como em um desabafo feito em junho de 2008, antes da transmissão de uma partida entre Sport e Corinthians na Ilha do Retiro, em Recife. Na ocasião, criticou seus colegas de trabalho, Neto e Oscar Roberto de Godoy porque atuavam como comentaristas de TV e de Milton Neves, que era apresentador, mesmo sem terem diploma de jornalistas. Controvérsias à parte, a voz do rechonchudo Luciano do Valle ficará marcada para sempre como um dos melhores locutores que passaram pela TV brasileira.

Arquivado Em: