A morte das geleiras, um atentado contra o desenvolvimento dos países andinos

Em pouco mais de uma geração, Peru, Bolívia, Equador e Colômbia perderam até um terço de suas geleiras

Banco Mundial

Em pouco mais de uma geração, Peru, Bolívia, Equador e Colômbia perderam até um terço de suas geleiras, as principais fornecedoras de água doce para milhões de pessoas.

Peru abriga 71% das geleiras tropicais do mundo, mas nos últimos 30 anos, 22% de sua superfície desapareceu. Na Bolívia, mais de 40% de suas brancas montanhas “retrocedem, isto é, derretem pouco a pouco, deixando rochas onde antes havia gelo e neve. No Equador, algumas gelerias retrocedem entre 25 e 30 metros ao ano.

Neste vídeo filmado na beira do glacial Antisana, no Equador, o especialista em mudanças climáticas Daniel Mira-Salama explica como as comunidades que dependem das geleiras para sua subsistência estão se preparando para o eventual desaparecimento das montanhas nevadas.

Arquivado Em: