STF volta a encarar o Zika vírus, uma epidemia que não acabou

Quatro anos depois, em meio à pandemia do novo coronavírus, Supremo julgará no dia 24 de abril o direito ao aborto em caso de sofrimento mental ou assistência social às crianças afetadas pela Zika

Debora Diniz|Giselle Carino
Brasileira carrega a filha afetada pelo vírus Zika.
Brasileira carrega a filha afetada pelo vírus Zika.Lúcio Távora

O Twitter indicava #aborto como um dos tópicos mais falados. O alvoroço foi o anúncio da pauta do Supremo Tribunal Federal para o dia 24 de abril: a ação de Zika será levada ao plenário pela ministra Cármen Lúcia. Chega a parecer extemporâneo, pois a ação será julgada quando o país enfrenta...

Mais informações