ARTIGOS PARA LEITORES CADASTRADOS

Dias sombrios

Governar é escolher. O problema é que o presidente não quer arcar com o custo das escolhas possíveis. Para isso é preciso ser líder, de corpo e alma. Não basta pensar que se é “mito”

Sem-teto

Nova York gasta 89 milhões de dólares para ‘exportar’ sem-teto para o resto dos EUA

Programa da prefeitura da maior cidade do país envia milhares de famílias a outras localidades

Apple

Apple se compromete a gastar 10 bilhões de reais para mitigar crise habitacional na Califórnia

Empresa segue o exemplo do Facebook e Google, que prometeram 4 bilhões de reais cada uma, entre críticas por serem em parte responsáveis pela situação

A fórmula finlandesa para salvar os ‘sem teto’

Finlândia reduz a população sem moradia em 35% com uma ideia inovadora: outorgar casa a quem necessita, sem exigências. A ideia é criar um sentimento de pertencimento

A miséria invade as calçadas de São Francisco

A cidade mais turística do oeste dos EUA registra um número recorde de pessoas sem teto. A crise divide moradores, instituições e empresas de tecnologia - que expulsaram a classe média

O ódio aos pobres sai da escuridão

Senado espanhol votará pela inclusão da ‘aporofobia’ como agravante no Código Penal. Vários moradores de rua relatam as agressões que sofrem

Número de moradores de rua dispara na capital da miséria dos Estados Unidos

Los Angeles registrou neste ano uma população de 58.000 pessoas sem teto, um aumento de 23% Autoridades locais qualificaram situação de “emergência”

Casamento cancelado vira banquete para indigentes

Casal de Indiana rompe compromisso e, sem ter como pegar de volta os 30.000 dólares gastos, convida moradores de rua para um belo jantar

Fotografia

Os rostos dos esquecidos

O fotógrafo Lee Jeffries reflete com sua câmera o maior problema da humanidade, os sem-teto

Futebol

Futebol como terapia para os ‘sem-teto’

Time se une contra solidão, uma das consequências mais comuns entre moradores de rua

Sociedade

Minha casa é um aeroporto

Cerca de 30 sem-teto moram no terminal 4 de Barajas, em Madri, em um espaço público Eles se confundem com os viajantes, e alguns sobrevivem graças a pequenos golpes