Onda de tornados nos EUA deixa cerca de 80 mortos

Governador do Kentucky alerta que total de vítimas poderia ser “muito maior″. Cerca de 110 pessoas estavam dentro de uma fábrica de velas, onde empregados ficaram presos sob escombros

Um dos armazéns da Amazon em Illinois foi destruído pelos tornados na madrugada deste sábado, deixando dezenas de trabalhadores presos nos escombros. Em vídeo, as consequências do temporal.
Yolanda Monge
Washington -

Pelo menos 79 pessoas morreram depois da passagem de vários tornados pelo Kentucky (EUA) e outros Estados norte-americanos durante a madrugada deste sábado, informou o governador Andy Beshear, alertando que o número total de mortos “poderia ser muito maior, até maior do que 100″. “Os relatos são realmente dilacerantes”, lamentou Beshear. Os serviços de emergências ainda não confirmaram a cifra exata de mortos ou feridos. O Serviço Meteorológico Nacional disse que o temporal afetou pelo menos cinco Estados: Illinois, Kentucky, Tennessee, Missouri e Arkansas. Um dos tornados se deslocou ao longo de mais de 365 quilômetros através do Kentucky, o Estado mais atingido.

Os maiores danos ocorreram em Mayfield, no oeste de Kentucky, onde o tornado afetou infraestruturas, empresas e residências. Cerca de 110 pessoas estavam dentro de uma fábrica de velas quando o tornado arrasou a área, deixando os empregados presos sob escombros. “Acreditamos que perdemos pelo menos dúzias dessas pessoas”, disse Beshear.

No Estado do Tennessee, pelo menos três pessoas morreram por causa do temporal, segundo o porta-voz da Agência de Emergências local, Dean Flener. E em Monette, no norte do Arkansas, pelo menos uma pessoa morreu e cinco ficaram feridas quando um tornado destruiu o teto de um asilo geriátrico onde se encontravam.

Também Illinois sofreu as consequências dos tornados. Ali, “muitas pessoas” ficaram presas sob os escombros do teto de armazém da Amazon que desmoronou parcialmente na noite de sexta-feira após a passagem do vendaval.

O governador de Kentucky declarou estado de emergência e informou que os danos pelo temporal estão “entre os piores que vimos em muito tempo”. Um dos tornados, que se originou no Arkansas e se deslocou por mais de 300 quilômetros até o Kentucky, será reconhecido pelo Serviço Nacional de Meteorologia como o mais longo da história.

Apoie nosso jornalismo. Assine o EL PAÍS clicando aqui

Inscreva-se aqui para receber a newsletter diária do EL PAÍS Brasil: reportagens, análises, entrevistas exclusivas e as principais informações do dia no seu e-mail, de segunda a sexta. Inscreva-se também para receber nossa newsletter semanal aos sábados, com os destaques da cobertura na semana.

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS