Atropelamento múltiplo deixa cerca de trinta feridos em um desfile de Carnaval na Alemanha

Motorista do veículo foi preso depois do incidente, que aconteceu na localidade de Volkmarsen, no Estado de Hesse

Serviços de emergência no local do atropelamento.
Serviços de emergência no local do atropelamento.UWE ZUCCHI / AFP

Cerca de trinta pessoas, entre elas crianças, ficaram feridas nesta segunda-feira em um atropelamento em um desfile de Carnaval na localidade de Volkmarsen, perto da cidade de Kassel, no Estado de Hesse, segundo a polícia. Sete das vítimas estão em estado grave. O incidente aconteceu pouco antes das 15h (11h em Brasília), quando um Mercedes cinza metálico investiu contra a multidão que participava da festa. O motorista foi preso e a polícia desconhece por enquanto o motivo, embora todas as linhas de investigação continuem abertas, disse o ministro do Interior de Hesse, Peter Beuth, no final da tarde. O Ministério Público de Frankfurt abriu uma investigação por tentativa de homicídio em Volkmarsen.

O Ministério Público de Hesse, o território ao qual Volkmarsen pertence, explicou que, juntamente com a polícia investigam “um cidadão alemão de 29 anos, suspeito de investir contra um grupo de pessoas durante o desfile de Carnaval por volta das 14h45”. O suspeito foi preso no local e está ferido, motivo pelo qual não pôde prestar depoimento. Assim que sua saúde permitir, deverá depor ao juiz. Por enquanto, os investigadores desconhecem o motivo do ataque e todas as hipóteses estão abertas. “Não partimos da base de que foi um atentado”, disse Henning Hinn, da direção da polícia do Norte de Hesse, a jornalistas. O Departamento de Interior do land de Hesse considerou, no entanto, que não está descartado um ataque com motivação política. “Devido à situação no local, um atentado não pode ser descartado”, disse um porta-voz do departamento, citado pela agência EFE.

O procurador-geral, Alexander Badle, disse ao diário sensacionalista Bild que o motorista “não estava bêbado”, mas que, como resultado dos ferimentos que sofreu, “não pôde ser interrogado”.

Um forte efetivo policial e médico foi deslocado ao local, perto de Kassel. Como medida preventiva, a polícia anunciou pelo Twitter o cancelamento dos desfiles de Carnaval em Hesse. O Ministério do Interior do Estado ordenou um aumento dos efetivos das forças de segurança no land. “É um dia terrível, um acontecimento terrível”, disse Beuth durante uma entrevista coletiva, na qual explicou que um terço dos feridos são crianças.

Uma testemunha disse à rádio e televisão pública local que o veículo entrou cerca de 30 metros no meio da multidão, ignorando a proibição de trafegar por aquela área e os obstáculos de plástico instalados pela polícia local. O site do Hessische Niedersächsische Allgemeine citou outras testemunhas que afirmaram que o carro arremeteu “a toda velocidade” contra a multidão.

Os presentes ao desfile descreveram cenas de gritos e crianças chorando e um farmacêutico próximo explicou que feridos em diferentes situações foram chegando ao seu estabelecimento. Testemunhas entrevistadas pelo Frankfurter Rundschau afirmaram inclusive que o suspeito parecia ter as crianças como alvo. Cerca de 1.500 pessoas deveriam participar do desfile.

Volkmarsen é uma localidade de cerca de 6.800 habitantes, situada a cerca de 30 quilômetros de Kassel. O acontecimento teve lugar menos de uma semana depois que um homem matou nove pessoas em dois bares em Hanau, em um dos piores ataques xenófobos da história recente da Alemanha.

As regiões oeste e sul do país, especialmente, comemoram o Carnaval nestes dias. Tradicionalmente, a Segunda-feira das Rosas consiste em um desfile de carros alegóricos pelas ruas de grandes cidades como Colônia, Düsseldorf ou Mainz. O Carnaval é uma festividade muito popular nas regiões predominantemente católicas da Alemanha.

No EL PAÍS, dezenas de jornalistas trabalham para levar a você as informações apuradas com mais cuidado e para cumprir sua missão de serviço público. Se quiser apoiar nosso jornalismo e ter acesso ilimitado, pode fazê-lo aqui por 1 euro no primeiro mês e 10 euros a partir do mês seguinte, sem compromisso de permanência.

Inscreva-se

Mais informações

O mais visto em ...

Top 50